Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Homem assume identidade de criança morta para fraudar INSS

Um homem do Ceará passou 17 anos engando o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Para isso, ele se passou por uma criança morta aos 10 anos para forjar documentos e ganhar uma série de benefícios sociais do Instituto de maneira irregular.

Tudo começou há mais de duas décadas atrás quando ele viu uma sepultura na cidade de Camocim, no Ceará. Era de uma criança que morreu em um acidente de carro aos 10 anos de idade. O nome do menino era Elber Fabricio Mendes.

Em 2004, este homem estava fazendo transações irregulares de automóveis até que a polícia descobriu toda a situação. Por isso, ele decidiu forjar a sua própria morte. Aí ele optou por usar o nome do menino que morreu aos 10 anos. Ele passou a usar portanto essa identidade nova.

Com esse novo registro, ele conseguiu se formar e até se casar. Com os dados da sua morta forjada, ele conseguiu um benefício do INSS de pensão por morte para a sua esposa e para o filho do casal. E assim ele ia conseguindo enganar o Instituto.

De acordo com as informações do INSS, este homem tinha este mesmo modo de agir. Ele simplesmente tinha uma série de identidades, forjava a morte de algumas delas e conseguia o benefício do INSS por elas. Em 17 anos, ele conseguiu roubar mais de R$ 2 milhões dos cofres públicos.

Prisão do criminoso

Este caso acabou ganhando muita fama neste domingo (13), porque o programa da Tv Globo Fantástico levou a história para o ar. A matéria acabou ganhando as redes sociais. Muita gente acabou se chocando com a audácia do homem que enganou o INSS por tanto tempo.

De acordo com as informações da polícia, esse homem acabou sendo preso junto com a sua esposa ainda no último ano de 2017. No entanto, depois de dois anos em regime fechado, ele começou a ter alguma liberdade progressiva e acabou fugindo.

Ainda de acordo com a polícia, neste momento o status do criminoso é de foragido. Isso quer dizer que ele pode estar nas ruas possivelmente cometendo novos golpes. A polícia afirma que as buscas por ele seguem normalmente, mas até agora ninguém o encontrou.

Fraudes no INSS

Casos como esse não são nada comuns no INSS. De fato, o enredo da história se assemelha mais com o de uma telenovela. No entanto, as fraudes de uma maneira geral costumam acontecer com certa frequência no Instituto. Pelo menos é o que dizem os próprios gerentes.

E é justamente por isso que o INSS costuma demorar para apresentar os resultados de um pedido de auxílio. É que há sempre um temor de que os usuários possam estar cometendo golpes com esses benefícios. Pelo menos é isso o que o Instituto diz.

Enquanto algumas pessoas tentam lucrar com golpes, outros milhões de brasileiros tentam conseguir o direito de forma de honesta e alguns deles não conseguem. De acordo com o INSS, a atual gestão está trabalhando para diminuir o tempo da espera e evitar injustiças.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.