Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

História do Brasil: o ciclo do algodão 

Um resumo sobre esse tópico

O ciclo do algodão: um resumo 

O termo “ciclo do algodão” se refere à um dos ciclos econômicos que caracterizaram a história do Brasil. 

O assunto pode ser abordado pelas mais variadas questões de história do país, com um destaque para os vestibulares, os concursos e o ENEM,

O ciclo do algodão: introdução 

O ciclo do algodão, quarto ciclo econômico da história do Brasil, se inicia no fim do século XVIII e termina no século XIX. 

O algodão se tornou, durante esse período, o principal produto exportado pelo Brasil. Essa situação se torna viável devido ao advento da Primeira Revolução Industrial na Inglaterra. Isso porque, as indústrias têxteis inglesas necessitavam de matéria-prima para produzir. 

O ciclo do algodão: contexto histórico

O ciclo do algodão se inicia no final do século XVIII, com o fim do ciclo do ouro. Como mencionado, esse ciclo só se tornou viável devido ao acontecimento da Primeira Revolução Industrial na Inglaterra, que ocorreu por volta do ano de 1760. 

A revolução se concentrou principalmente no setor têxtil das indústrias. Assim, os ingleses passaram a apresentar uma crescente necessidade de matéria-prima para alimentar essa produção. 

Até aquele momento, os Estados Unidos exportavam algodão para a Inglaterra. Porém, no ano de 1776, ocorre a independência americana e o consequente rompimento com os ingleses. 

Esse evento fez com que a Inglaterra parasse as importações do algodão americano. A partir desse momento, os ingleses começaram a procurar outras alternativas para a importação: a solução encontrada foi o Brasil. 

O ciclo do algodão: características 

O ciclo do algodão foi caracterizado pela plantação em massa do produto no país, principalmente na região norte do mesmo. 

As plantações de algodão seguiam o sistema de plantation, caracterizado por grandes latifúndios monocultores e pelo uso de mão-de-obra escrava nos mesmos. 

Ainda, vale ressaltar que outra característica do ciclo do algodão brasileiro é a preferência pela exportação para o mercado internacional.

O ciclo do algodão: declínio

O ciclo do algodão encontrou o seu declínio a partir do século XIX. Isso porque, é durante esse período que a exportação de outro produto ganha destaque: o café.

Assim, com o passar dos anos, os latifundiários deixaram de investir no algodão e optaram por direcionar capital para as lavouras de café.

1 comentário
  1. José Juliano Biagioni Diz

    Muito boa matéria até que enfim coisas boas para ler instrutivas parabéns

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.