Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Governo Vargas: o Plano Cohen

Confira!

O Plano Cohen: um resumo

O termo “Plano Cohen” se refere a um documento forjado por determinados membros do governo brasileiro.

O assunto é amplamente abordado em questões de história do Brasil, principalmente dentro das principais provas do país, como os vestibulares, a prova do ENEM e alguns concursos públicos.

Assim, para que você domine o assunto completamente, o artigo de hoje trouxe um resumo com tudo aquilo que você precisa saber sobre o Plano Cohen. Confira!

O Plano Cohen: introdução

O Plano Cohen foi um documento (que hoje sabemos que é falso) que foi revelado pelo governo brasileiro, na época liderado por Getúlio Vargas, e que foi atribuído à determinados grupos de ideologia comunista, principalmente o Partido Comunista Brasileiro.

O documento revelado pelo general Góes Monteiro contava com um suposto plano comunista para derrubar o governo de Vargas e criar um novo governo, predominantemente de ideologia comunista.

O Plano Cohen: a descoberta do plano

O Plano Cohen foi oficialmente “descoberto” pelas Forças Armadas do Brasil no ano de 1937, quando a descoberta foi divulgada pelo governo de Vargas.

O governo apresentava o plano como uma ameaça semelhante àquela da Intentona Comunista, que havia acontecido dois anos anos (em 1935).

O documento revelado definia como a revolução que derrubaria o governo aconteceria. Assim, o governo revelou no rádio protestos que seriam realizados, supostas manifestações, o envolvimento de estudantes e de operários, a eclosão de greves e, até mesmo, o envolvimento de pessoas do governo Vargas.

O Plano Cohen: consequências

O Plano Cohen revelava a existência de um risco ao governo Vargas, o que justificaria a instauração de um governo mais duro no Brasil, ou seja, uma ditadura.

A ação de fato aconteceu: em novembro do mesmo ano de revelação do documento, ocorreu o golpe do Estado Novo, instaurando uma ditadura governada por Getúlio Vargas.

O Plano Cohen: a veracidade do documento

No ano de 1945, foi descoberto que o Plano Cohen havia sido forjado pelo próprio governo Vargas para instaurar o Estado Novo. Assim, não existia nenhuma ameaça comunista que pudesse possivelmente desestabilizar o governo de Getúlio Vargas na época.

Dessa maneira, podemos afirmar que o Plano Cohen foi utilizado por Getúlio para justificar a continuidade de sua permanência no poder do Brasil.

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.