Governo paga benefício R$1.000 para quase 11 milhões de brasileiros

Quase 11 milhões de trabalhadores em todo o país serão para realizarem o saque de R$1.000 do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Trata-se do saldo extraordinário anunciado pelo Governo do presidente Jair Bolsonaro.

No último dia 20, o Governo Federal liberou o dinheiro apenas para os cidadãos que nasceram no mês de janeiro. No sábado (30), o valor foi liberado para os nascidos em fevereiro. Na quarta (04), mais 3 milhões receberam o benefício. Os três grupos totalizam 10,6 milhões de trabalhadores.

Para movimentar a quantia, o indivíduo precisa utilizar apenas os canais digitais. O Planalto explica que, ao menos neste primeiro momento, será preciso usar o Caixa Tem para realizar a movimentação.

Através do aplicativo, o cidadão pode pagar algumas contas em forma de boletos ou apenas com o código de barras. Além disso, há a opção de realização de algumas compras online e até mesmo presenciais. Dentro de mais algumas semanas, haverá também a opção de transferir os valores para contas de outros bancos.

Os pagamentos serão feitos até o próximo dia 15 de junho, sempre respeitando o mês de aniversário de cada um dos usuários.

O Governo Federal explica ainda que o processo de pagamento será espaçado. O intervalo entre os depósitos poderá variar entre 7 e 10 dias.

Consulta do FGTS

Como dito, neste momento apenas os usuários que nasceram em janeiro e fevereiro é que estão aptos ao recebimento do benefício do FGTS. Mas o fato é que todos os cidadãos já podem conferir se há algum saldo disponível em suas contas.

O FGTS nada mais é do que um Fundo de Garantia pago pelo empregador ao trabalhador quando este está trabalhando. O dinheiro fica guardado e pode ser usado para emergências, como quando o cidadão é demitido sem justa causa.

Os valores, portanto, variam a depender da situação de cada trabalhador. Para consultar como está a sua conta, o indivíduo não precisa sair de casa. O cidadão pode verificar a informação através do app oficial do próprio FGTS.

O indivíduo também pode realizar a consulta através de uma agência da própria Caixa Econômica Federal. Assim, ele saberá se existe algum saldo ativo ou inativo em seu nome e consequentemente saberá se tem direito a algum depósito agora.

Valor do saque do FGTS

De acordo com o Governo Federal, o limite de depósito do FGTS extraordinário é de R$ 1 mil por cidadão. Isso não quer dizer, no entanto, que todas as pessoas receberão este valor. Tudo dependerá do saldo de cada um.

Caso um cidadão tenha R$ 200 de saldo, esse é o valor que ele receberá. Caso ele tenha R$ 20 mil de saldo, então ele receberá apenas R$ 1 mil. O patamar do recebimento poderá ser menor, mas nunca maior do que o limite.

Calendário do saque extraordinário 

Os pagamentos do benefício começaram no dia 20 de abril. O cronograma segue o mês de nascimento de cada trabalhador. Confira:

  • Nascidos em janeiro – 20 de abril (quarta);
  • Nascidos em fevereiro – 30 de abril (sábado);
  • Nascidos em março – 4 de maio (quarta);
  • Nascidos em abril – 11 de maio (quarta);
  • Nascidos em maio – 14 de maio (sábado);
  • Nascidos em junho – 18 de maio (quarta);
  • Nascidos em julho – 21 de maio (sábado);
  • Nascidos em agosto – 25 de maio (quarta);
  • Nascidos em setembro – 28 de maio (sábado);
  • Nascidos em outubro – 1 de junho (quarta);
  • Nascidos em novembro – 8 de junho (quarta);
  • Nascidos em dezembro – 15 de junho (quarta).
4.7/5 - (7 votes)
1 comentário
  1. Rodrigo Diz

    Governo não está pagando nenhum benefício. Esse dinheiro é da população, FGTS que é liberado em caso de demissão sem justa causa, três anos sem carteira assinada, o que é retirado hoje apenas reduz o saldo. Governo não está gastando nenhum centavo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.