Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.6/5 - (8 votes)

Trabalhador vai poder sacar até R$ 1.000 do Fundo de Garantia a partir de abril

Na quinta-feira (17), o presidente Jair Bolsonaro assinou a Medida Provisória que prevê a liberação dos saques do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) de até R$1.000. A liberação foi concedida para contas ativas (emprego atual) e contas inativas (empregos anteriores).

Os saque extraordinário do FGTS está previsto para ser liberado de maneira escalonada (de acordo com o aniversário do trabalhador) entre 20 de abril e 15 de junho de 2022. Todos os trabalhadores com saldo nas contas do fundo poderão sacar, sempre limitado ao valor de R$1.000. O governo garantiu que os valores do saque extraordinário ficarão disponíveis até 15 de dezembro deste ano.

O novo saque do FGTS vai beneficiar, ao todo, 40 milhões de trabalhadores. Se todos realizarem os saques,  a economia poderá receber um aporte de R$30 bilhões. Atualmente, o valor total do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é de R$105 bilhões, segundo informações da CAIXA.

Calendário do Saque extraordinário do FGTS

O calendário de pagamentos do FGTS acontece de maneira escalonada, conforme informado anteriormente. Os saques seguirão o mês de nascimento do trabalhador. Sendo assim, os nascidos em janeiro recebem primeiro e os nascidos em dezembro receberão por último.

Mês de nascimento Data de liberação do saque
Janeiro20 de abril
Fevereiro30 de abril
Março04 de maio
Abril11 de maio
Maio14 de maio
Junho18 de maio
Julho21 de maio
Agosto25 de maio
Setembro28 de maio
Outubro1.º de junho
Novembro8 de junho
Dezembro15 de junho

Governo também liberou a antecipação do 13º salário

antecipação do 13º salário e o saque emergencial do FGTS  foram formalizados em cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília (DF). Na ocasião, o presidente Jair Bolsonaro assinou uma medida provisória (MP) e um decreto autorizando as medidas.

A princípio, o pagamento do 13º salário para aposentados e pensionistas do INSS é liberado no segundo semestre. No entanto, agora será pago no primeiro semestre deste ano. De acordo com estimativas do Governo Federal, a antecipação do 13º injetará na economia cerca de R$ 56,7 bilhões. As parcelas serão pagas junto com os benefícios da seguinte forma:

  • Primeira parcela: 50% do valor, de 25 de abril a 6 de maio;
  • Segunda parcela: 50% do valor, de 25 de maio a 7 de junho.

Nos anos de 2020 e 2021, em razão da pandemia da Covid-19, o Governo Federal realizou a antecipação do benefício. Para este ano, a ideia é prosseguir com o mesmo método adotado nos dois últimos anos, ou seja, o calendário de pagamentos contará com duas parcelas ainda no primeiro semestre deste ano.

Para 2022, a antecipação do 13º salário irá acontecer entre os meses de abril e junho, conforme o calendário divulgado pelo INSS (veja abaixo).

Lembrando que a antecipação dos pagamentos do 13º salário do INSS não terá impactos orçamentários aos cofres da União, uma vez que os recursos já constam no Orçamento deste ano. O que vai acontecer será apenas uma mudança no calendário de pagamentos.

3.6/5 - (8 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

3 Comentários
  1. Roberto Meira Junior Diz

    Quem ganha o B94 o antigo percúlio tem direito a receber a parcela do 13° ?

  2. Ivone Diz

    E quem não tem caixa tem?

  3. André Diz

    Quem não tem caixa tem

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.