Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Golpe do PIX: Itaú poderá pagar R$ 25 mil a idosa

O banco Itaú deve pagar para uma idosa um total de R$ 25 mil após um golpe com o uso do Pix. As informações são do portal Uol.

A justiça determinou que sejam devolvidos os R$ 20 mil que foram transferidos pelo golpe, além do banco pagar uma indenização de R$ 5 mil a vítima.

A sentença conta que a idosa teve o valor roubado em transferência pelo sistema do PIX, em diversos valores, que a o final totalizaram R$ 20.421,39. O saldo foi perdido em fevereiro deste ano.

O juiz juíz Leonys Lopes Campos da Silva explicou na sentença que o banco não entregou segurança a cliente e também não consegui apresentar provas de que a culpa seria da idosa.

O que foi justificativa para a aplicação da sentença.

O que diz o Itaú?

O Itaú afirmou em nota, para Uol, que investe em sistemas de segurança e tem a tecnologia como aliada para evitar a realização de crimes. Declarou ainda que investe em campanhas de campanhas de comunicação para prevenção de golpes e fraudes.

O banco afirmou também que vai recorrer neste caso, já que as transferências foram realizadas do celular do neto da idosa.

O neto também é titular da conta e para a liberação dos valores a senha foi informada.

Veja abaixo um guia rápido sobre o PIX e sua segurança;

 Pix: o que é? 

De maneira resumida, para que você entenda o que é Pix, podemos dizer que é um sistema de transferência instantâneo e sem custos. Por meio dele é possível realizar transferências por 24h e nos 7 dias da semana.

O Pix é seguro?

De acordo com informações do Banco Central sim. Para isso, ele conta com pelo menos duas tecnologias de proteção de dados.

Especialistas também apontam a confiabilidade do Pix. Mas, como qualquer sistema, há riscos, mas é importante entender quais tecnologias estão garantido a proteção de dados.

Confira:

1 – Criptografia

Sistema que bloqueia o acesso a informações da transferência, impedindo ação de fraudadores no Pix.

Em outras palavras, é utilizado um algoritmo para codificar os dados para que eles não tenham mais o formato original e consequentemente não possam ser acessados.

2 – Autenticação

Sistema que identifica os dados do cliente que realiza e do que recebe a transação do Pix. Ferramenta tem como objetivo identificar se de fato a procedência de acessos e identificações são verdadeiras.

Outra informação relevante, é que para realizar uma transação é necessária a autenticação de dados como senhas e biometria.

1 comentário
  1. Allan Vinhal Diz

    Saudações, Lucy! Parabéns pelo trabalho! Crítica construtiva: atente-se mais às regras de concordância e de pontuação. Seu conteúdo está muito bom, mas necessita de aprimoramento nos aspectos anteriormente citados. Abraços cordiais. Allan Vinhal

    Instagram: allan.vinhal

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.