Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Geografia: O que é uma ilha de calor

Apesar de soar como um destino de férias tropical, uma ilha de calor urbana é qualquer cidade que experimente temperaturas do ar mais altas do que as áreas rurais circundantes. (A palavra “ilha” não é literal, mas sim uma analogia para as temperaturas mais quentes isoladas.)

A maioria das cidades experimenta o efeito de ilha de calor urbana em algum grau, mas aquelas em regiões densamente populacionais e climas úmidos experimentam mais intensamente.

O que causa um efeito de ilha de calor?

As ilhas de calor se formam quando as paisagens naturais são substituídas por asfalto, concreto e pedra usados para construir estradas, edifícios e outras estruturas. Esses materiais feitos pelo homem são bons para absorver, armazenar e reemitir o calor do sol, em vez de refleti-lo.

E, como resultado, as temperaturas da superfície e do ar em geral ficam mais altas do que normalmente.

A mera agitação da vida na cidade (tráfego de quilômetros de extensão, fábricas movimentadas e multidões de residentes) também gera calor residual, que aquece ainda mais as cidades e, por sua vez, exacerba o efeito de ilha de calor.

As árvores e outras vegetações, por outro lado, atuam como condicionadores de ar da natureza, fornecendo sombra e evaporando a água de seu solo e folhas (evapotranspiração).

Embora o efeito da ilha de calor seja normalmente considerado um fenômeno do verão, pode ser sentido durante qualquer estação, incluindo o inverno, e a qualquer hora do dia.

Dito isso, é mais perceptível após o pôr do sol, quando o pavimento e outras superfícies da cidade liberam o calor acumulado no início do dia.

O efeito também é mais forte quando há céu claro e ventos calmos, pois essas condições maximizam a quantidade de energia solar que atinge as superfícies da cidade e minimizam o calor que é dissipado, respectivamente.

Quais são as consequências?

Os moradores da cidade podem considerar as temperaturas mais altas uma parte inevitável da vida na cidade (junto com o ruído, a poluição luminosa e os roedores ocasionais), mas o efeito da ilha de calor não deve ser considerado levianamente.

As cidades estão se tornando cada vez mais vulneráveis ??aos impactos negativos do calor urbano à medida que o clima da Terra esquenta.

Aumento do risco de doenças causadas pelo calor

Ao elevar as altas temperaturas durante o dia e desencorajar o resfriamento atmosférico à noite, o calor urbano aumenta o risco de doenças relacionadas ao calor, como desidratação, insolação e até morte.

O calor é a principal causa de fatalidades relacionadas ao clima nos Estados Unidos nos últimos períodos de 10 e 30 anos.

Aumento do consumo de energia

A demanda de energia também é maior nas cidades com ilhas de calor, uma vez que os residentes dependem mais do ar-condicionado e dos ventiladores para se refrescar durante os meses de verão. Isso, é claro, significa contas de serviços públicos mais altas.

Ele também pode quedas de energia médios, se a procura de eletricidade torna-se tão alto que sobrecarrega a rede de energia e gatilhos toda a cidade quedas ou desmaios.

Poluição do ar

À medida que as usinas de combustíveis fósseis acompanham o aumento da demanda por eletricidade no verão, elas liberam mais gases de efeito estufa na atmosfera.

O calor urbano também contribui diretamente para a poluição do ar ao se misturar ao escapamento dos veículos para formar o ozônio ao nível do solo. Quanto mais ensolarado e quente o ar se torna, mais rápida é a taxa de formação de ozônio.

E então, gostou de conhecer mais sobre ilhas de calor?

Não deixe de ler também – Geografia: 10 cidades mais populosas do mundo

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.