Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

FIES: renegociação de dívidas pode atender mais de 1 milhão de estudantes

A renegociação de dívidas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) estabelecida por medida provisória (MP) pode atender mais de 1 milhão de estudantes em todo o país. A previsão é do Ministério da Educação (MEC).

De acordo com dados da pasta, dos 2,6 milhões de contratos ativos do Fies, abertos até 2017, 48,8% estão inadimplentes há mais de 360 dias. O número representa 1,07 milhão de contratos com pagamentos em atraso. 

Veja detalhes sobre o Fies 2022.

MP visa facilitar o pagamento das dívidas

A MP publicada pelo governo no dia 30 de dezembro estabelece regras para a renegociação das dívidas do Fies. Desse modo, o texto facilita o pagamento dos atrasados. A proposta ainda precisa de um decreto regulamentador.

Entre as propostas da MP, há a proposta de parcelamento das dívidas em até 150 meses (12 anos e meio), com redução de 100% dos encargos moratórios. Além disso, o texto propõe também o desconto de 12% do saldo devedor para o estudante que realizar a quitação integral da dívida.

A MP prevê ainda a o desconto de 92% da dívida consolidada para os estudantes que estão inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) ou que receberam o auxílio emergencial.

De acordo com o MEC, estudantes nessas condições somam 548 mil contratos. Em live feita nesta quinta-feira, dia 6 de janeiro, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre a proposta:

“Resolvemos acertar com a Economia, com o Ministério da Educação, abater completamente os juros e, quando vai para o principal [da dívida], abater 92% de desconto. Isso vai atingir em torno de 550 mil estudantes que estão no Cadastro Único ou Auxílio Emergencial. Então, eles terão que pagar, tirando o juros, 8% do principal apenas e ainda pode ser parcelado isso daí. Grande oportunidade de pessoas se verem livres do Banco do Brasil e da Caixa Econômica. Livre no tocante a dívidas. E outros 520 mil atende os demais casos que têm dívidas também, mas o desconto vai ser um pouco menor, em vez de 92%, [será] de 86,5%”, explicou. 

Com informações da Agência Brasil.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia também UFLA recebe pedidos de isenção da taxa da 3ª etapa do PAS do triênio 2020/2022.

Avalie o Texto.
2 Comentários
  1. Rosangela Bulhões Ramos Diz

    Não tenho dívidas com fiés, inclusive nunca nem fiz faculdade

  2. Ligia Diz

    Única operadora justa com o consumidor , relação à 25,00 por 25Gb …. Estava gastando uma fortuna na Claro e aindam colocam serviços não autorizados pagos, para falar no SAC IMPOSSÍVEL #ficadica

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.