Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

FGTS: Trabalhador já pode cancelar o crédito automático de R$ 500,00

A Caixa Econômica Federal divulgou recentemente as regras para saques de recursos do FGTS. Para quem tem conta poupança na Caixa, o cronograma começa em 13 de setembro, com saques de até R$ 500. Foi criado também o Saque Aniversário, com adesão opcional a partir do ano que vem, sendo então possível retirar todo ano um percentual do Fundo.

Os saques serão liberados entre setembro de 2019 e março de 2020. O trabalhador que tiver conta poupança na Caixa terá os recursos depositados automaticamente – se tiver conta em outros brancos, haverá necessidade de obedecer um cronograma a ser detalhado pelo banco. Os que não desejarem ter o depósito realizado na sua conta da Caixa podem solicitar, entre 12 de agosto de 2019 e 30 de abril de 2020, que o depósito seja revertido, procedimento apelidado de “desfazimento” pela Caixa.
Para evitar o depósito, é necessário solicitar no período citado (entre 12 de agosto de 2019 e 30 de abril de 2020) em alguns destes canais:
    • Agências da Caixa
    • Este site do FGTS
    • App FGTS
    • Telefone 0800-724-2019
    • Internet Banking Caixa.

De acordo com a assessoria do banco, se o cliente optar pelo cancelamento do crédito automático em poupança antes do débito, o valor continuará disponível para saque no período entre a data de início do calendário até 31 de março de 2020. Então, quem cancelar ainda pode mudar de ideia depois. Vale lembrar que se o pedido de cancelamento acontecer depois do depósito do dinheiro, a Caixa informa que ele voltará para a conta do FGTS do trabalhador.

Agora é oficial. A Caixa Econômica Federal (CEF) liberou o calendário de saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os saques de R$ 500 começam no dia 13 de setembro para quem tiver conta poupança na Caixa e no dia 18 de outubro para quem não for correntista.

De acordo com o governo, o governo pode sacar de todas as contas do FGTS que possuírem, sejam de contas ativas (emprego atual) ou de contas inativas (empregos anteriores).

Por exemplo, se o trabalhador tiver duas contas, uma com saldo de R$ 2.000 e outra com R$ 3.000, ele poderá sacar R$ 500 de cada uma delas. Se tiver R$ 70 na conta, poderá retirar o valor total.

O governo informou que quem tiver conta poupança na Caixa, o depósito será feito automaticamente. Os correntistas que não desejarem sacar os valores deverão informar ao banco – eles terão até 30 de abril de 2020 para solicitar o desfazimento do crédito ou a transferência do valor para outra instituição financeira.

Calendário para quem tem conta poupança na Caixa

  • Aniversário em janeiro, fevereiro, março e abril: 13 de setembro de 2019
  • Aniversário em maio, junho, julho e agosto: 27 de setembro de 2019
  • Aniversário em setembro, outubro, novembro e dezembro: 9 de outubro de 2019

Calendário para quem não tem conta poupança na Caixa

  • Aniversário em janeiro: 18 de outubro de 2019
  • Aniversário em fevereiro: 25 de outubro de 2019
  • Aniversário em março: 8 de novembro de 2019
  • Aniversário em abril: 22 de novembro de 2019
  • Aniversário em maio: 6 de dezembro de 2019
  • Aniversário em junho: 18 de dezembro de 2019
  • Aniversário em julho: 10 de janeiro de 2020
  • Aniversário em agosto: 17 de janeiro de 2020
  • Aniversário em setembro: 24 de janeiro de 2020
  • Aniversário em outubro: 7 de fevereiro de 2020
  • Aniversário em novembro: 14 de fevereiro de 2020
  • Aniversário em dezembro: 6 de março de 2020

Saque Imediato

O trabalhador que tiver o Cartão Cidadão pode fazer o saque nos caixas eletrônicos. Os saques de menos de R$ 100 poderão ser feitos em casas lotéricas, com apresentação de carteira de identidade e número do CPF.

É importante lembra que o trabalhador que retirar o dinheiro vai continuar a ter direito à retirada integral do valor do FGTS em caso de demissão sem justa causa, além da multa de 40% sobre o valor total.

O governo estima que a liberação dos saque alcance 96 milhões de trabalhadores. Atualmente, existem 260 milhões de contas ativas e inativas no FGTS. Desse total, cerca de 211 milhões (80%) têm saldo de até R$ 500.

O setor de Economia do governo estima que 23 milhões de pessoas terão condições de quitar suas dívidas com o dinheiro dos saques de até R$ 500. De acordo com a pasta da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia, 37,3% das pessoas com nome negativado têm dívidas inferiores a R$ 500.

Como consultar o valor disponível em seu FGTS?

A consulta pode ser feita sem sair de casa, através do site da Caixa. Para isso, basta cadastrar uma senha, tendo em mãos o número do NIS ou PIS. Esses números podem ser encontrados no Cartão do Cidadão, na Carteira de Trabalho, extrato impresso do FGTS ou no site Meu INSS.

Depois de informar o número, é só clicar em “cadastrar senha”, preencher os dados e fazer login para acessar a conta. O site então mostrará informações sobre todas as contas do FGTS que o trabalhador já teve. É possível ver também as contas que já tiveram saques efetuados (Em “extrato completo”).

Com a mesma senha, é possível fazer a consulta através do aplicativo do FGTS, disponível para celulares Android ou iOS. Também é possível se cadastrar (no site ou aplicativo) para receber as informações por SMS ou e-mail, mensalmente. Também é possível solicitar a informação por meio de um extrato impresso recebido a cada dois meses na residência do trabalhador.

Outra forma de consultar é indo numa agência da Caixa Federal e apresentar documentos oficiais como RG, CPF ou carteira de trabalho.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

13 Comentários
  1. Gabriel Diz

    Daqui a uns 30 dias vou sair da empresa, não tenho conta na caixa e no meu extrato consta -500 reais.. e ai? a multa dos 40% vai diminuir por conta dessa retirada compulsoria que é ridicula.. Deveriam dar o beneficio apenas para quem solicitar!!

  2. vanessa Diz

    Olá Boa noite
    Tenho um valor de 12 mil na conta inativa que retiro no ano que vem conforme a lei( ficar 3 anos sem assinar carteira)
    Se eu retirar o valor de 500 reais vou poder retirar ainda o valor restante no ano que vem (2020)?

  3. Lisa Santos Diz

    Bom Dia ! Alguém sabe como fica nos próximos anos? Eu tenho 13 anos de carteira assinada, com um bom montante de FGTS. Vi que sacando estes quinhentos não interfere em nada caso eu seja dispensada sem justa causa, podendo receber o valor integral de saldo + a multa dos 40%… Queria saber na sequencia como fica… Estes 500 sai do meu saldo atual… Mas, e depois, como cancelar os próximos, esse negócio de aniversário? Estou perdida. Preciso de ajuda, pois n ão quero condenar meu FGTS de tanto tempo de trabalho. Quero tê-lo integral, caso seja dispensada.

  4. nilson martins do nascimento Diz

    ve ce voces conçegue depositar 500 na minha conta poupanca ok

  5. Ruth Diz

    No app não me deram a opção de escolher qual conta, fui na agência e disseram que o prazo havia encerrado. Um atendente mal educado. Fiquei horrorizada. Detalhe: eu e minha irmã somos do mesmo mês, o dela ainda tem a opção de escolher qual conta.

    1. Lisa Santos Diz

      pra minha mãe e a amiga dela tbm disse ram isso na agência 0490 aqui da cidade… falaram que acabou o prazo de cancelamento e elas seriam obrigadas a sacar!

  6. YANCA FALCAO Diz

    Fui olhar o saldo da minha conta e ta agendado para entrar esse dinheiro fui atras de cancelar e agora so aparece em processamento. O que faço agora? Não quero sacar esse dinheiro

  7. HERNANES Diz

    Quando solicitado desfazimento, não finaliza, só da erro

  8. sidney oliveira Diz

    não quero esse 500 do fgts em minha conta

    1. Ronilda Diz

      faz o desfazimento de credito dentro do site amigo

      1. Viviane Diz

        Eu fiz desfazimento sem querer ..agora nao cai mais automatico em minha conta??

        1. Franciele Diz

          Também queria saber..fiz isso também

          1. felipe Diz

            eu fiz isso tbm sera que perdi o dinheiro?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.