Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Equipe sem engajamento: problema do líder ou do grupo?

Uma equipe sem engajamento pode aparecer em diversas empresas, nos mais distintos momentos. Em alguns casos, tem relação com o fato de que há novos integrantes. Em outras situações, os conflitos entre os colegas podem estar atrapalhando esse engajamento.

De todo modo, de quem é a responsabilidade? Será que apenas o líder deve tomar algumas medidas, ou a própria equipe tem as suas responsabilidades? Refletimos sobre isso no decorrer deste artigo. Acompanhe.

De quem é a culpa da equipe sem engajamento?

Uma equipe sem engajamento pode estar agindo dessa forma por uma série de motivos. Sendo assim, antes de dizer quem tem “culpa” com relação a isso, é muito importante fazer uma análise da situação. 

Isso porque cada equipe é única, assim como cada relação interpessoal. Logo, pode ser que o problema esteja relacionado à liderança, bem como pode ser uma questão de apenas dois colegas de trabalham que acabam “minando” o conjunto como um todo.

Por isso, antes de “apontar o dedo”, considere analisar a situação mais a fundo, visualizando quais ações podem minimizar esse problema. Abaixo refletimos um pouco mais sobre isso.

A liderança tem a sua parcela de culpa

Sem dúvidas, a liderança tem uma parcela de culpa na situação. Mesmo que não diretamente. Isto é, não podemos dizer que a liderança causou a situação de ter uma equipe sem engajamento. Porém, é papel do líder mediar os conflitos e apresentar caminhos mais promissores para os seus liderados.

Assim sendo, se os conflitos interpessoais acontecem há muito tempo, e o líder nunca se aproximou para tentar intervir na situação, então, sim, a equipe está sem engajamento por conta da falta de postura do líder. Embora ele não seja o “único culpado”, a atuação dele tem impactado diretamente nas relações dentro do time.

Nesses casos, é papel do líder conversar com cada lado do conflito, buscando mediar de uma forma imparcial e que auxilie na reorganização de todo o time.

Os próprios integrantes têm um papel importante nesse contexto

Obviamente, se a equipe está com problemas interpessoais bastante intensos, significa que ela mesma está tendo dificuldades para lidar uns com os outros. Sendo assim, embora o líder tenha o papel de mediar conflitos e auxiliar o time no reequilíbrio, não podemos deixar a “culpa” da equipe de fora dessa situação, concorda?

Pois de nada adianta o líder mediar, apontar falhas, dar feedbacks, criar estratégias de interação do time se, na prática, as pessoas não desejam atingir esse tipo de resultado. Torna-se inviável conseguir reunir um time que não quer ser reunido. 

Como lidar com essa situação?

Ambos os lados precisam entender quais são os gatilhos por trás dos conflitos interpessoais e buscar entender por que a equipe sem engajamento está dessa forma. Quais ações estão minando os relacionamentos? Por que os liderados têm falta de interesse nas atividades?

Dessa forma, não existe fórmula para lidar com o problema. O que existe é uma análise da realidade para encontrar as falhas e, a partir delas, buscar por intervenções que restabeleçam o equilíbrio do time.

Lembre-se também de assumir as suas responsabilidades frente à situação, buscando lidar com ela de forma madura.

Boa sorte!

5/5 - (1 vote)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.