Ensino Médio tem 347 mil matrículas a menos em 2022, aponta Censo Escolar

Os dados preliminares do Censo Escolar de 2022 revelam queda no número de matrículas do Ensino Médio. De acordo com o levantamento, houve uma queda de 5,3% do número de matrículas em 2022. O percentual equivale a 347 mil matrículas a menos neste ano.

O número total de matrículas contabilizadas foi de 35.760.081 em 2022. O número abarca as matrículas de todo o ensino básico, ou seja, de creches ao ensino médio. O Censo registrou também o aumento de 10,5% dos alunos matriculados em escolas de tempo integral.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou os dados preliminares do Censo Escolar 2022 na última sexta-feira, dia 16 de setembro. Portanto, os interessados já podem consultar os dados através do site do Inep.

 O Censo Escolar 2022 considera os dados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2021 e do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2021. Nesta edição, o levantamento reflete o impacto da pandemia na educação brasileira.

Nesse sentido, levantamento revelou que 92% das escolas de educação básica adotaram estratégias de ensino remoto ou híbrido e 14,45% ajustaram a data de término do ano letivo em decorrência da pandemia da Covid-19. A maioria das escolas (72,3%) precisou reorganizar o calendário curricular para dar prioridade a habilidades e conteúdos.

Além disso, o Censo Escolar 2022 registra o crescimento abrupto dos índices de aprovação que já vem sendo identificado na rede pública entre 2020 e 2021. Em comparação ao período pré-pandemia, a taxa de aprovação sofreu um aumento que não está ligado diretamente à qualidade do aprendizado.

Os dados finais do Censo Escolar de 2022 só serão liberados após a conclusão no ano letivo em dezembro deste ano.

Saeb

O Inep realizou a aplicação dos instrumentos de avaliação do Saeb 2021 no período de 8 de novembro a 10 de dezembro de 2021 em todos os estados. Participaram cerca de 5,3 milhões de estudantes de mais de 72 mil escolas públicas e privadas de todo país.

Foram avaliados os alunos do 5º e do 9º ano do ensino fundamental e alunos das 3ª e 4ª série do médio em Língua Portuguesa e Matemática. Os matriculados no 2º ano do ensino fundamental passaram por avaliação em formato amostral de Língua Portuguesa e Matemática. Já a avaliação amostral do 9º ano foi sobre as áreas de Ciências da Natureza e de Humanas.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia também Unicamp e UFSCar informam o período de inscrição para o Vestibular Indígena 2023; saiba mais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.