Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Redação do Enem: A proposta de intervenção da Competência 5

A proposta de intervenção não é um elemento exigido em todo texto dissertativo-argumentativo como muitos estudantes estão acostumados a pensar.

Essa proposta para o problema abordado no texto é uma especificidade da prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A intervenção é cobrada na competência 5 dos critérios de correção da redação.

Os critérios são resumidos em cinco competências:

  1. Domínio da escrita formal  (ortografia, acentuação, pontuação, separação silábica, sintaxe etc) – Competência 1;
  2. Compreensão do tema – Competência 2;
  3. Organização e clareza das informações, fatos e opiniões – Competência 3;
  4. Clareza na articulação das argumentações (mecanismos de coesão, articuladores) – Competência 4;
  5. Proposta de intervenção.

Competência 5

A quinta competência consiste em: “elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os Direitos Humanos“.

Desse modo, a proposta de intervenção consiste na apresentação de uma possível resolução do problema apresentado na redação, de acordo com o tema proposto.

Geralmente, os temas abordam questões sociais, culturais, educacionais, tecnológicas etc, sempre abrangendo assuntos pertinentes a questões da atualidade, portanto, o estudante deve estar bem informado para manter uma linha argumentativa completa.

O tema proposto contempla temas nacionais, que podem ser entendidos como problemas existentes no Brasil, logo, a proposta de intervenção deve seguir neste sentido.

Desse modo, o estudante deve apontar o problema, apresentando uma solução (ação) para este problema seja resolvido, quem deve resolvê-lo (agente), como isto deve ser feito (meio), e para quê (finalidade).

O estudante pode detalhar a proposta de intervenção de quatro modos:

  • Explicar;
  • Exemplificar;
  • Especificar;
  • Justificar.

É necessário escolher apenas um destes modos! Escolha o mais adequado a sua proposta .

Respeito aos Direitos Humanos

É importante apresentar soluções que respeitem os Direitos Humanos. Sabemos que ferir os direitos básicos dos seres humanos não é mais motivo para o corretor dar zero à redação, após medida do Supremo Tribunal Federal (STF).

Contudo, definitivamente não é uma boa ideia incorrer a soluções que firam estes direitos. Você ainda pode perder muitos pontos por isso!

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

DICA:

A princípio não há limites quanto ao número máximo de propostas que o estudante deve apresentar, mas cabe usar o bom senso, afinal, a redação só tem 30 linhas.

Apesar de todas as propostas serem lidas pelos corretores, apenas uma proposta de intervenção será pontuada. Recomenda-se que o estudante escreva duas propostas, aumentando as chances de acerto. A proposta que o corretor julgar mais completa será pontuda.

Quer mais conteúdos como este? Deixe seu comentário.

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?