Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Aposto ou vocativo? Saiba aqui a diferença

A Língua Portuguesa pode soar como um problema para muitos quando se trata de alguma avaliação, seja ela de concurso, do Enem ou de demais vestibulares. Contudo, alguns assuntos como aposto e vocativo não são nenhum bicho de sete cabeças.

Apesar da diferença entre ambos ser assunto recorrente em concursos, pega muitos candidatos desprevenidos, contudo podemos diferenciá-los com bastante facilidade.

Mas, para isso, é necessário saber do que se trata cada um deles, que função desempenham na oração e como costumam aparecer nas frases.

Nesse sentido, apresentamos abaixo as principais informações que você precisa ter para distinguir se determinado termo é aposto ou vocativo. Confira!

Aposto

Segundo a gramática tradicional, aposto é considerado um dos termos acessórios da oração, isso significa dizer que não é um elemento exigido pelo verbo, logo, não apresenta relação direta com o verbo.

Desse modo, o aposto aparece na oração para acrescentar uma informação, ao lado de um substantivo ou pronome. Desse modo, pode explicar, enumerar, resumir ou especificar algo. Geralmente o aposto aparece entre vírgulas, como nas frases a seguir:

A Guerra do Paraguai, maior conflito bélico na América do Sul, teve fim em 1870. (aposto explicativo)

João, filho de dona Bianca, passou no vestibular de Medicina. (aposto especificativo)

Contudo, pode aparecer de outras maneiras:

Fui na feira comprar algumas frutas: mamão, uva, morango, laranja e banana. (aposto enumerativo)

Comprei cadernos, lápis, agenda e canetas, tudo em promoção. (aposto resumitivo)

Vocativo

O vocativo, por sua vez, consiste em um termo, palavra ou expressão utilizada para se dirigir ao interlocutor. Nesse sentido, o falante ou escritor pode usar como vocativo um nome próprio, um substantivo, adjetivo (característica) ou apelido.

Como o aposto, o vocativo não é uma exigência verbal. É um termo que aparece isolado da oração, como nos exemplos abaixo:

Crianças, quero que vocês guardem todos os brinquedos.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Queridos alunos, a prova será remarcada.

Mário, preciso de sua ajuda!

É fácil diferenciar aposto de vocativo ao identificar a intenção do termo usado. Quando o termo tiver função de explicar, resumir, especificar ou enumerar, será um aposto, mas quando seu objetivo for de chamar ou de se dirigir a alguém, será um vocativo.

Gostou deste texto? Não esqueça de deixar seu comentário.

Acompanhe mais dicas de português aqui.
Veja também:
Dicas de Português: “de repente” ou “derrepente”?
Dicas de português: O uso do acento Circunflexo.

Leia Também:

brasil 123  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?