Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Dicas de Português: “de repente” ou “derrepente”?

Não errar a ortografia de algumas palavras é um desafio para muitos falantes da Língua Portuguesa, de modo que são comuns dúvidas como “é de repente ou derrepente?”. Nesse sentido, apresentamos nossas dicas de português para você nunca mais errar na escrita de algumas palavras.

De repente ou derrepente?

Nesse caso, para acertar na ortografia, você deve lembrar que não se trata de uma única palavra, mas de duas: uma preposição de e um substantivo, repente. Logo, estamos diante de uma locução adverbial, que se faz com a conexão sintática de ambas as palavras, não com a junção ortográfica.

Desse modo, já sabemos que a forma correta é de repente.

Essa locução pode funcionar como advérbio de modo ou de tempo, veja, respectivamente nos exemplos abaixo:

O aluno de repente começou a gritar.

De repente, caiu a maior chuva em São Paulo.

Mau ou mal?

Nesse caso, ambas as ortografias estão corretas. Cabe, então diferenciar os contextos em que cada uma das palavras deve ser empregada.

Enquanto mal  é classificada como advérbio e pode ser usada como substantivo, mau só pode ser empregada como adjetivo. Desse modo, para usá-los ou diferenciá-los quando aparecem em um texto, é necessário compreender com que papel foram utilizadas, ou que papel a palava cumprirá na frase.

Nesse sentido, uma dica preciosa é substituir essas palavras pelos seus respectivos antônimos: bem e bom. Quando o antônimo ficar adequado, você saberá que palavra deverá usar.

Assim, mal deve ser substituído por bem, enquanto mau deve ser substituído por bom.

Exemplos:

Ele era um homem bom/ Ele era um homem mau.

Ela estava mal na UTI  há uma semana, mas agora passa muito bem.

Meio ou meia?

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Por fim, temos a clássica dúvida de meio ou meia. Aqui a questão é saber se a palavra é variável ou invariável e isso depende da sua posição na oração e com que objetivo foi empregada.

Quando for empregada como um advérbio de intensidade, a palavra meio não varia, logo não deve concordar com o feminino. Como no exemplo: Minha avó anda meio triste.

Mas, quando for usada como adjetivo ou numeral, a palavra é variável, devendo concordar com o feminino, meia. Assim, temos o exemplo: Estive em Laranjeiras já faz uma hora e meia.

 

Gostou das dicas? Então veja mais dicas de português:
É junto ou separado?
Acentue as palavras corretamente.

 

Leia Também:

brasil 123  
3 Comentários
  1. Adão Pereira Lopes Diz

    Aprender a escrever e/ou a falar corretamente, sempre foi o meu objetivo. E no entanto, quando temos a oportunidade é sempte bom aprender mais e mais.

    Gostaria de receber mais dicas, regriinhas da nossa língua portuguesa.

    Grato,

  2. Rose Flores Diz

    Amei as dicas! Felizmente, já dominava a maioria mas em várias eu tinha dúvidas! Grata!

  3. Jairo Filgueiras Diz

    Legal e de grande proveito.
    Interagir com o nosso idioma falando ou escrevendo é o máximo. Agora que a língua portuguêsa é a mais difícil do mundo, com certeza. A começar pela quantidade de letras contidas no nosso alfabeto. Mas em compensação, pronunciada e escrita corretamente, é a mais bonita. Apesar de complicada, tanto escrita, ou falada, mesmo assim, a amo!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?