Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Dívidas? Saiba como sair do vermelho

Organize suas finanças com nossas dicas para um bom planejamento financeiro

Dívidas? Saiba como sair do vermelho

Uma grande parcela da população está endividada. Principalmente em razão das crises econômicas e da Covid. No entanto, se você está devendo, não é preciso se desesperar. Com algumas dicas e estratégias é possível pagar suas contas e se reorganizar financeiramente.

Atrasar o pagamento de suas despesas pode se tornar uma bola de neve. Isto porque há juros envolvidos, além de que a inadimplência pode sujar seu nome no mercado, dificultando inclusive a obtenção de crédito, além de outros problemas relacionados.

Se você possui muitas dívidas, com certeza deve estar pecando na falta de um planejamento financeiro adequado. Vale ressaltar que para pagar o que deve, muitas pessoas recorrem ao empréstimo financeiro, aumentando ainda mais suas preocupações.  

Veremos abaixo em nosso artigo, um passo a passo para que você possa organizar melhor as suas finanças e ter dinheiro suficiente para pagar as suas dívidas, sem afetar seu ganho mensal. Vamos lá!

Localiza tem NOVOS empregos pelo país; veja as regiões

1 – Saiba qual é seu custo mensal

É importante ter uma noção do quanto você gasta durante o mês. Muitas pessoas se perdem no planejamento financeiro por não ter estes números em mãos. Se organizar é o primeiro passo para que se consiga livrar das dívidas. Uma boa dica é fazer uma lista de todos os seus gastos fixos do mês, além de fazer uma estimativa relativa a outros custos.

Para ter uma noção de como anda sua vida financeira, você precisa listar itens como boletos, carnês, contas, até mesmo o cafezinho no meio do dia. Anote tudo e separe os itens de acordo com a sua importância.

Como fazer revenda online de produtos?

2 -Coloque suas dívidas o papel 

Agora é a hora de você ter uma maior visualização de suas dívidas. Coloque-as no papel da mesma forma que fez com seus gastos. Você pode criar uma lista simples, separando o que você deve de acordo com seu valor. 

Pode-se utilizar aplicativos financeiros ou até mesmo uma planilha de Excel. Faça a soma total de todas as suas dívidas e coloque do outro lado da tabela o quanto você ganha por mês. Dessa maneira você terá uma noção de todo o cenário econômico. Observe o quanto de dinheiro sobra no final do mês.

3 – informe a família da situação financeira

Ter dívidas é uma situação que atrapalha toda a família. Fazer uma reunião informando o que está acontecendo pode ser uma ótima estratégia, visto que é possível que cada membro familiar altere seus hábitos em busca de uma economia de dinheiro. Outro fator importante a ser analisado, é que a família pode contribuir mensalmente para acabar com o débito.

4 – Mude seus hábitos e gastos

Tome cuidado com gastos supérfluos. Você pode deixar de tomar aquele cafezinho, ou então, deixar de comprar produtos e serviços só porque estão em promoção. Estes gastos costumam acumular e gerar uma grande despesa no final do mês. Felizmente eles podem ser facilmente cortados, ajudando na conquista de seus objetivos financeiros.

Uma outra boa estratégia, é pensar maneiras de economizar. Pode-se escolher produtos mais baratos em supermercados, apagar as luzes dos quartos quando necessário, tomar banhos rápidos, enfim, com uma mudança de hábitos é possível economizar um dinheiro no final do mês para ser utilizado para pagar as suas dívidas.

WhatsApp: Nova função permite que qualquer mensagem se torne temporária

5 – Separe as dívidas mais importantes 

Procure pagar primeiro as dívidas que possuem um juros mais alto. Dessa maneira você evita que ela acumule e vire uma bola de neve. Os juros atrapalham na hora de se montar um planejamento financeiro, visto que com o passar do tempo, a situação pode ficar fora de controle.

Por essa razão, coloque no papel as dívidas que devem ser pagas em primeiro lugar, e programe-se, estabelecendo datas para pagar todos os outros gastos. Deve-se organizar e pagar de acordo com a importância da dívida, mês a mês.

6 – Negocie suas dívidas

Procure por bancos, lojas e instituições financeiras da qual você possua dívidas e negocie os valores em débito. Faça uma proposta e veja se consegue um desconto. Muitas empresas facilitam o pagamento de dívidas de diferentes formas e é possível obter condições extremamente vantajosas.

7 – Estabeleça objetivos

Ao traçar objetivos claros que devem ser seguidos, pode-se criar um ambiente favorável para se conseguir saldar as dívidas. Um bom controle financeiro, permite uma maior economia no final do mês e consequentemente, um valor específico para o pagamento dos débitos. 

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.