Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio de R$ 600: Mais de 300 mil servidores públicos receberam indevidamente em maio

Maioria dos pagamentos irregulares foram feitos para servidores estaduais e municipais

No fim da última quinta-feira, 18 de junho, foi divulgado cruzamento feito por dados da Controladoria-Geral da União (CGU). Foram encontrados 317.163 pagamentos irregulados do auxílio emergencial de R$ 600 para servidores públicos em maio. O grupo inclui servidores federais, estaduais, municipais e militares.

O pagamento a mais de 300 mil servidores públicos representa um gasto de R$ 223 milhões apenas em maio de pagamentos irregulares. Do total, 292.376 dos pagamentos foram feitos para servidores estaduais e municipais. Mais 17.551 pagamentos foram feitos para militares ativos, inativos ou pensionistas. E os 7.236 pagamentos que restaram foram feitos para servidores da União.

O balanço feito pela CGU usou as bases, entre 1 e 31 de maio, de servidores públicos. Alguns servidores receberam duas parcelas, num total de R$ 1.200, pois o valor pago é maior do que seria o equivalente para o número de beneficiários.

Mas os dados ainda são incompletos. No balanço feito no estado de São Paulo, por exemplo, foram feitos 25.086 pagamentos indevidos. Porém, o número não incluiu funcionários públicos da capital São Paulo, maior cidade do Brasil.

De acordo com o balanço, o Ceará é o estado com mais servidores municipais aparecendo entre os beneficiários do auxílio de R$ 600, com total de 19.914. O Ceará foi seguido pela Paraíba, com 18.031, Goiás, com 14.360, Minas Gerais, com 12.218, e Paraná, com 11.972.

A Controladoria-Geral da União afirma que alguns desses servidores podem não ter feito o pedido ao auxílio emergencial, e sim terem sido incluídos automaticamente por serem inscritos no Cadastro Único ou fazerem parte do Bolsa Família. Há também a possibilidade de dados utilizados indevidamente por terceiros.

Leia Também:

brasil 123  
16 Comentários
  1. Fabiana Diz

    Sou meu minha segunda parcela era pra sair dia 10 de junho ,até agora nada não sei oque faço. Sera que se eu fosse servidora pública estava essa bolocracia toda? Claro que não.

  2. Maria Edileuza de A.Silva Diz

    Não entendo como foi aprovada falta de verificação dos responsáveis.
    Meu cpf correto .
    Poderia ter sido desaprovado.sou inativa
    Pelo Estado de Alagoas.

  3. Maria Edileuza de A.Silva Diz

    Como fazer a devolução do auxílio emergencial?
    O meu foi aprovado recebi dia 29/05
    Primeira parcela consciente que não devo receber quero providenciar a devolução.

  4. Valéria Diz

    Por isso o Brasil não vai pra frente, é culpa desse povo ganancioso , por isso atrasou tanto pra quem realmente precisa . Essas pessoas tinham que prestar conta desse dinheiro, isso é crime, não deixa de ser falsidade ideológica.

  5. Eliane da costa leite Diz

    Meu filho recebeu a primeira parcela,a seg negada dizem q ele é servidor público,um absurdo nunca participou se quer de concurso dessa natureza,e está desempregado,como encontraram essa informação, impossível saber.

  6. Marcelo Diz

    Errado eles estão sim, porém mais errado é o governo que não teve a capacidade de verificar isso corretamente,e mesmo agora ainda tem a dificuldade de verificar e aprovar o auxílio para as pessoas certas,essas pessoas estão erradas,sim estão,mais não roubaram nada,o governo deu, não foi roubo e nem fraude,isso se chama INCOMPETÊNCIA.

  7. Elaine Alves de Almeida Diz

    Eu não recebi nada até hj mim encaixo em todas as coisas e não mim aprovaram ainda pq parece que meu CPF foi usado e não consigo e não estou trabalhando e não pego nenhum dinheiro para não mim aprova

  8. Telmo ferreira Diz

    Mais de 300.000., mil funcionários receberam indevidamente, só quem n tem sangue nas veias, n fica indignado com uma coisa dessa.Enquanto q milhares c direito n receberam ainda.N acredito q tudo isso tenha sido fraude.Mas vão devolver, n justifica, deveriam serem punidos exemplarmente.Onde est o ministério Público.

  9. Joselice Diz

    Vdd, agora me explica como servidor público recebe bolsa família???

  10. Regina Diz

    Quanto sai a 2 parcela pra quem recebeu a 1 parcela dia 16 de maio?

  11. Rogeria Diz

    Detalhe nem posso sair de casa,sou do grupo de risco,tenho problemas respiratórios,ipertença.

    1. Samara Diz

      Gostaria de solicitar auxílio jurídico para a seguinte questão:

      Fui prestadora de serviços da prefeitura municipal de Patos, na Paraíba, nos anos de 2017 e 2018, me desligando no fim deste último.

      Qual não foi minha surpresa qdo, ao solicitar o auxílio emergencial, me foi negado com a alegação que eu ainda era contratada da prefeitura.

      Sou beneficiária do bolsa família e está vindo o valor normal de R$ 148,00.

      Fui à prefeitura e saí de lá com a promessa de que seria feita uma ratificação, coisa esta que, até hj não aconteceu.

      Sou mãe solteira, moro sozinha com meu filho de cinco anos e estou sem trabalhar, devido à essa pandemia. Atualmente, estou vivendo com minha mãe, tendo em vista que não tenho como me manter.

      Gostaria que me dessem uma orientação de como proceder.
      Agradeço desde já.

  12. Rogeria Diz

    Estou aguardando a segunda parcela do auxílio porém não sei que caminho Tomar ,eu e minha filha fomos contempladas ou aprovada, somos em três na minha casa,eu esposo e filha está todo mundo parado devido ao covid 19 ,dizem que estão doando cesta básica não sei a onde eu não recebi nenhuma, quando será que vamos receber a segunda parcela??? Somos do segundo lote de aprovados,mais não sou funcionária pública de nenhuma etnia nem municipal, estadual ou se quer federal, gostaria muito de uma posição do governo ou seja lá de quem é devido,moro de aluguel e daqui a pouco estarei entrando para a estatística de moradores de rua,e triste ser tratado como bicho.

  13. Damião Diz

    isso é uma injustiça, eu estou desempregado a mais de 6 anos, a dois meses atrás fiz o cadastro para receber o auxílio emergencial e ainda está em análise

  14. Maria Simone Diz

    É isso mesmo , enquanto isso o meu se encontra em análise 😥 estou precisando muito meu deus sou diarista só estou trabalhando agora duas vezes na semana tá muito difícil.

    1. Derli Diz

      O certo é fazer essas pessoas devolverem o dinheiro que receberam indevidamente. Afinal de contas todos estavam cientes da proibição do auxílio para quem já era empregado ou servidor público.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?