Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Crise Hídrica: um resumo completo

Confira!

Crise Hídrica: entenda de uma vez por todas o assunto!

O termo “crise hídrica” é usado para definir a falta de água para abastecimento em muitos centros urbanos do Brasil.

O assunto é abordado com frequência por questões de atualidades e de geografia dentro das principais provas do país, como alguns concursos públicos, os vestibulares e a prova do ENEM.

Dessa maneira, para que você possa se preparar para os seus exames, o artigo de hoje trouxe um resumo completo sobre a crise hídrica. Confira!

Crise Hídrica: introdução

O fenômeno da crise hídrica acontece quando os níveis de água nos reservatórios atingem níveis muitos baixos quando eles deveriam, pelo contrário, estar normais para atender a sociedade e suas necessidades. 

A crise hídrica acontece devido à determinados fatores, como o desperdício de água, a diminuição do nível das chuvas, o aumento do consumo de água e o alto uso de água pelas indústrias e pelas atividades dos setores agrícolas.

Crise Hídrica: no Brasil

O início da pior fase do Brasil em relação à crise hídrica aconteceu no ano 2014 e, na ocasião, a região Sudeste foi a mais afetada.

O Brasil possui a quinta parte das reservas hídricas de todo o planeta e mesmo assim muitas regiões do país enfrentam o problema da crise hídrica, ou seja, da falta de água. Uma questão que preocupa as autoridades é que, segundo dados, a crise ainda vai acontecer de novo por um tempo ao longo dos próximos anos.

Algumas reservas hídricas estão localizadas em regiões onde a população local é pequena em relação ao território e, dessa forma, a distribuição dos recursos hídricos não é feita de maneira uniforme. A região norte do Brasil, por exemplo, é a responsável por concentrar a maior parte das reservas hídricas, ao mesmo tempo em que possui baixa concentração populacional. As regiões Sudeste e Nordeste, por sua vez, possuem grande concentração de pessoas, mas contam com poucas reservas hídricas.  

Crise Hídrica: consequências

A crise provoca diversas consequências, uma vez que afeta diversos setores importantes para a qualidade de vida da população. Dentre as principais, podemos citar o prejuízo no fornecimento de energia e a falta de água para a população.

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.