Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Criminoso tenta aplicar golpe, mas sai no prejuízo

Um criminoso tentou aplicar um golpe em uma mulher na Bahia, mas na verdade saiu no prejuízo. Se passando pelo filho da vítima, a ideia era roubar mais de R$ 2 mil, o que não foi possível.

No contato com a vítima, pelo WhatsApp, o homem acabou colocando crédito no celular da mulher. “Por coincidência meu filho estava em casa. A gente começou a dar assunto e a alimentar a situação para tentar pegar ele, porque estava sendo muito corriqueiro. Tentamos reverter a história e decidimos pedir dinheiro para ele [criminoso]”, disse Erica Soledade à TV Bahia , afiliada da TV Globo na região.

Lucas Soledade, filho da vítima, afirmou que para conseguir o feito, a mãe agiu como se acreditasse no criminoso. “Ela [mãe] ficava falando que estava sem crédito, que precisava de dinheiro para botar crédito, pois só conseguiria fazer a transferência quando chegasse em casa”, contou.

Erica foi convincente. “Ele fez o depósito do crédito e ficou esperando que minha mãe transferisse o dinheiro”, contou o filho.

O dinheiro de depósito nunca chegou na mão do criminoso, que na verdade saiu no prejuízo.

A atitude não foi uma ideia ao acaso. De acordo com Erica, essa é terceira vez, em menos de 60 dias que criminosos tentam aplicar esse golpe.

“Quando você vai abordar ele dizendo que é um golpe, ele começa a usar seus dados pessoais, o que te deixa muito vulnerável. Ele fala o nome da gente, endereço antigo, endereço atual. Eu entrei em um quadro de pânico muito grande e percebi, ali naquele momento, que qualquer pessoa é capaz de ceder ao que eles pedirem”, contou.

Descubra como não cair neste tipo de golpe

Para não cair neste tipo de golpe, onde estelionatários de passam por alguém conhecido e pedem dinheiro emprestado, é importante ficar atento.

Como os criminosos podem ter diversos dos seus dados, a alternativa para identificar assertivamente a fraude deve ser outra.

“Mande mais mensagens, tente validar e, principalmente ligue, peça áudio e você vai ver que o golpista não faz nada disso. A partir daí, a solução é indicar esse golpe ao WhatsApp e também registrar um boletim de ocorrência para que o criminoso seja investigado e identificado”, pontuou ao portal IG, o especialista em tecnologia Arthur Igreja.

Ou seja, confirme mesmo com quem você está falando e se de fato o dinheiro não será perdido em um golpe.

Imagem: Reprodução/TV Bahia

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.