Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Concursos para PM e Bombeiros terão novas regras

Candidatos deverão cumprir com novos critérios de aprovação.

Os concursos para ingresso no Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar de Amapá terá novas regras!

Isto é, de acordo com publicação recente no Diários Oficial do Estado, em que se modificou  normas sobre critérios de aprovação.

As mudanças, portanto, fazem parte de editais das corporações com expectativa de publicação neste mês de abril, de acordo com o Governo do Estado do Amapá. 

Veja também: Governador autoriza novo Concurso Bombeiros CBMERJ para oficiais

No último dia 05 de abril, houve a sanção da Lei Complementar 0139/2022, que alterou os requisitos de ingresso nas corporações. 

“Deixamos de exigir que tenha necessariamente o curso superior. Você pode concorrer só tendo o nível médio. Porque o curso de formação dos soldados, seja dos Bombeiros ou da Polícia Militar, será de tecnólogo (nível superior) em Segurança Pública”, explicou o governador do Amapá, Waldez Góes.

Quais foram as mudanças nos concursos?

Entre as principais alterações está a modificação do nível de escolaridade necessária. Portanto, esta passou do nível superior para o médio para a entrada de novos militares no quadro de soldados iniciantes, os chamados praças. 

Além disso, a nova regra também alterou a idade máxima de entrada nos cargos da corporação, ou seja, de 30 anos para soldados e 35 para oficiais. 

A altura mínima de homens e mulheres também mudou. Assim, as corporações passarão a aceitar candidatos de menor estatura. A partir da nova regra, então, mulheres devem ter, no mínimo, 1,55m e homens 1,60m, ou seja, uma redução de 5 cm em ambas as situações. 

Nesse sentido, o diretor de pessoal da Polícia Militar do Estado do Amapá, coronel Huelton Medeiros, comentou sobre as alterações nos concursos.

Coronel comenta as alterações

“A exigência do ensino superior limitava muito o primeiro emprego de jovens, cidadãos, que saiam do segundo grau sem expectativa de emprego. A exigência de ensino superior fazia com que tivéssemos mais militares com idade avançada, até porque temos uma nova lei previdenciária que nos impõe 35 anos de tempo efetivo de serviço”, explicou.

Veja também: FCC será a banca para Concurso PM AP 2022

Além disso, o coronel também falou sobre os motivos de se alterar a exigência de altura mínima.

“Temos uma diretriz das Forças Armadas, mas também respeitando uma peculiaridade da Região Norte, a altura média é de 1,55 para mulheres e 1,60 para homens. Imaginamos que essa oportunidade, em diminuindo cinco centímetros, vai aumentar a quantidade de pessoas que possam ser incluídas na seleção”, declarou.

Corpo de Bombeiros define Banca Examinadora

Na última segunda-feira, 11 de abril, o governador do Amapá, Waldez Góes, autorizou o processo de contratação da Fundação Carlos Chagas (FCC) para atuar como Banca Examinadora do concurso do Corpo de Bombeiros do estado.

Assim, segundo o governador do estado, a publicação do edital para o concurso tem previsão de ocorrer ainda neste mês de abril. 

“Iniciei a semana autorizando a contratação da Fundação Carlos Chagas para realização do concurso para soldados do Corpo de Bombeiros Militar. A previsão é que o edital do concurso seja publicado ainda este mês”, relatou Góes em suas redes sociais. 

Dessa maneira, a FCC ficará responsável pelo recebimento de todas as inscrições, viabilização e aplicação das provas do concurso. Isto é, tarefas de atribuição da Banca Examinadora.

A Fundação Carlos Chagas é uma instituição de direito privado e sem fins lucrativos que atua com diferentes tipos de avaliação, além de pesquisa e educação. Desde 1964, já foram mais de 2,5 mil projetos e 273 milhões de candidatos.

Ao todo serão ofertadas 225 vagas para o cargo de soldados.

Concurso da Polícia Militar deve contar com 600 vagas

Espera-se que a Polícia Militar oferte cerca de 600 vagas diretas e outras 1.200 para meio de cadastro de reserva. Desse modo, será possível promover o aumento do efetivo da corporação.

Estas vagas, então, se destinarão ao cargo de soldados combatentes, cujos os requisitos de participação são os mesmos publicados para o Corpo de Bombeiros. 

“Temos uma polícia cada vez mais preparada e mais presente na comunidade. Estamos mantendo os investimentos permanentes em infraestrutura, tecnologia, pessoal e valorização, e na próxima terça-feira, 12, faremos a contração da banca para a realização de um novo concurso da PM”, comentou o governador.

A gestão estadual ainda publicou que novos concursos devem ocorrer ainda este ano, como para:

  • Polícia Científica (Politec)
  • Universidade do Estado (UEAP)
  • Secretaria de Educação
  • Departamento de Trânsito (Detran – AP)

Dessa forma, é possível que os candidatos esperem pela publicação do edital nos próximos dias.

Como foram os últimos concursos das corporações?

Enquanto os editais não saem, os candidatos podem se preparar por meio de experiências anteriores. Portanto, a análise de provas antigas é importante neste momento dos estudos.

Veja também: Concurso MP PA 2022 com 74 vagas para área de apoio tem nova comissão formada

Confira, abaixo, como foi o concurso de cada corporação.

Polícia Militar

O último concurso do estado para o cargo de soldado para a Polícia Militar ocorreu no ano de 2017. Ao todo, então, foram 1.200 vagas, sendo 300 para contratação imediata e outras 900 para a formação de cadastro de reserva. 

Ademais, a Fundação Carlos Chagas (FCC) também foi a banca do concurso público na época. Portanto, é possível que este próximo concurso tenha várias semelhanças com o anterior.

Nesse sentido, no último certame os candidatos passaram por meio de várias etapas, quais sejam:

  • Prova Objetiva
  • Redação
  • Exame documental
  • Teste físico
  • Exame de saúde
  • Avaliação psicológica
  • Investigação social

No entanto, as últimas cinco etapas do concurso tiveram direção do Governo do Estado do Amapá. Já as primeiras etapas contaram com coordenação da Banca Examinadora.

Corpo de Bombeiros

No caso do Corpo de Bombeiros, então, o último concurso do estado ocorreu no ano de 2012. Isto é, já são 10 anos sem a reposição de novos integrantes, o que torna o concurso ainda mais necessário.

Desse modo, foram 230 vagas, sendo:

  • 170 para o cargo de Soldado Combatente
  • 30 para Oficial
  • 30 para Músicos

Com a organização da Fundação Universa, portanto, o pleito foi formado pelas seguintes etapas:

  • Prova Objetiva
  • Exame Médico
  • Teste de capacidade física e mental

Assim, os candidatos aprovados nestas etapas foram para o curso de formação da corporação. Este contou com duração de três anos para o cargo de Oficial e de 6 meses para Soldados.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.