ChatGPT tem comandos VAZADOS e você PRECISA conhecer

Algumas dicas podem aumentar a funcionalidade da ferramenta

Desde o momento em que o ChatGPT se tornou popular e, a cada semana que se passa, os utilizadores estão descobrindo novas atividades que essa ferramenta é capaz de executar. Para tirar o máximo proveito do recurso, é necessário compreender como o chatbot opera através dos seus comandos de texto.

O jornal The New York Times compilou sete abordagens que podem auxiliar os utilizadores a obter respostas ainda mais satisfatórias. Dessa forma, evita mensagens genéricas e inadequadas que pouco contribuem.

ChatGPT pode ser um valioso aliado

Antes de iniciar qualquer conversa com o serviço desenvolvido pela OpenAI, é de extrema importância tomar precauções, especialmente em relação aos dados pessoais e profissionais fornecidos. A recomendação é não partilhar esse tipo de informação e ser cauteloso durante os diálogos, evitando cometer erros desse tipo.

Os especialistas sugerem que é essencial evitar mencionar o próprio nome ou o local de trabalho. Além disso, é fundamental verificar sempre todas as respostas em fontes confiáveis para evitar complicações.

O próprio chatbot alerta que pode fornecer informações imprecisas sobre pessoas, lugares ou eventos. Tendo isso em mente, vamos aos comandos que ajudarão a explorar todo o potencial do dispositivo.

O primeiro deles é “explicar como se eu fosse totalmente leigo em relação a…” Esse comando é uma ótima opção para obter respostas mais abrangentes. A dica aqui é determinar o tipo de público para o qual a resposta da IA será direcionada, como uma criança de 5 anos, por exemplo. Dessa forma, as respostas serão mais detalhadas.

Alguns comandos para obter melhores respostas

Existem alguns comandos para obter respostas mais precisas. O comando “indique o que mais é necessário para executar [determinada ação]” é uma abordagem interessante para compreender melhor o funcionamento da ferramenta, pois o próprio dispositivo explicará ao utilizador quais informações são necessárias para fornecer uma resposta personalizada.

Outra solicitação que pode ser feita ao ChatGPT é “criar um questionário que me ensine sobre [assunto]“. Desse modo, a IA pode atuar como um tutor, auxiliando o utilizador a compreender um tema específico.

Outro comando frequentemente utilizado é pedir ao recurso para agir como outra pessoa. Dessa forma, ele fornecerá as respostas. Por exemplo: é possível solicitar ao chat que atue como um professor de inglês e, assim, elabore um plano de aulas. Curioso, não é mesmo?

As respostas podem ser ainda mais satisfatórias se os utilizadores aplicarem técnicas como a Lei de Pareto. Por exemplo: “ajude-me a entender esse assunto. Separe 20% dos tópicos mais importantes sobre o tema que me ajudarão a aprender 80% dele”.

Agora, se o objetivo é resolver um problema e não se sabe por onde começar, um comando que pode auxiliar é solicitar um passo a passo. Por fim, uma dica valiosa sobre o uso do ChatGPT é separar cada diálogo feito na plataforma por temas. Dessa forma, a cada interação, as respostas se tornam mais específicas. Caso contrário, se o utilizador falar sobre diversos assuntos na mesma conversa, isso não ocorrerá.

ChatGTP tem comandos VAZADOS e você PRECISA conhecer
Algumas dicas podem aumentar a funcionalidade da ferramenta – Imagem: Adobe Stock

6 melhorias que chegaram para o ChatGPT

Confira as melhorias divulgadas para o ChatGPT e sua versão paga que estarão disponíveis na próxima semana:

1.Exemplos de início de conversa

Ao iniciar uma nova conversa, a tela inicial apresentará sugestões de comandos para o usuário enviar ao chatbot.

2.Sugestões para continuidade do tema

O ChatGPT fornecerá sugestões para auxiliar na exploração contínua de um tema, com opções clicáveis ao final dos conteúdos gerados pela IA.

3.Conexão contínua

O ChatGPT não fará mais desconexão automática do usuário após duas semanas e proporcionará uma página mais receptiva ao solicitar login novamente.

4.GPT-4 como padrão na versão paga

O ChatGPT Plus lembrará o último modelo selecionado pelo assinante, não mudando mais automaticamente para o GPT-3.5 ao iniciar uma nova conversa.

5.Atalhos de teclado

Serão introduzidos novos atalhos de teclado no chatbot, como ? (Ctrl) + Shift + C para copiar o bloco de código, e ? (Ctrl) + / para visualizar a lista completa.

6.Upload de múltiplos arquivos

O ChatGPT Plus permitirá que os assinantes façam o upload de diversos arquivos. A IA analisará esses arquivos para cruzar informações e gerar insights.

É importante lembrar que a versão gratuita do ChatGPT utiliza o modelo de linguagem GPT-3.5, enquanto a versão paga, ChatGPT Plus, utiliza o GPT-4. O modelo mais recente possibilita consultas em tempo real na internet e aceita prompts com imagens, não se limitando apenas ao texto.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.