Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Golpe em delivery: entregador viraliza ao filmar dados de cartão; veja como se proteger

Você sabia que um novo golpe para do cartão clonado foi identificado? O chamado golpe do delivery.

O caso citado abaixo não é o único, de acordo com o Procon SP,  este tipo de crime, com golpes por aplicativo de comida, cresceu 186% na comparação do acumulado entre janeiro e maio de 2021 e o mesmo período de 2020.

O golpe do delivery funciona basicamente pela estratégia de manter o cartão com o dono e utilizar os dados sem qualquer necessidade de roubá-lo.  Assim, as vítimas tem a falsa sensação de estarem seguras.

Vídeo do golpe do delivery e cartão clonado

Circulou nos últimos dias, nas nas redes sociais e no WhatsApp, um vídeo onde um entregador de delivery, sem a vítima perceber, grava pelo celular a frente e o verso do cartão.

Ao deixar o cartão com o entregador até de fato os valores serem aprovados, a mulher que aparece no vídeo aguarda certo tempo. “Vou pegar o sinalzinho da máquina, tá? Quando tem muito pedido na rua, elas (máquinas) ficam doidinhas”, diz o entregador para disfarçar a demora.

Com os dados do cartão gravados, o entregador segue com a entrega como se nada tivesse acontecido. Mas, as informações já estão prontas para criar um cartão clonado ou até para realizar compras pela internet.

Com o vídeo realizado no momento da entrega, o criminoso tem acesso ao nome da vítima, número do cartão e CVV. Dados suficientes para causar prejuízos financeiros.

A vítima recebe seu pedido e nem percebe que foi vítima de golpe no momento. As informações são do G1, que tentou contato com a mulher que aparece no vídeo.

Importante registrar os casos

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, só é possível comentar o caso se houver detalhes específicos do boletim de ocorrência.

“É essencial o registro de ocorrências criminais, seja em delegacia física ou por meio da Delegacia Eletrônica, para que os crimes sejam devidamente investigados e os autores, presos. No caso de estelionato, a representação criminal por parte da vítima é necessária, conforme determina a lei”, destacou em nota a BBC News.

Uma recomendação do Procon SP para evitar este tipo de crime, é optar pelo pagamento online e não aceitar qualquer cobrança extra na entrega.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.