Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Calendário: informais começam a receber 3ª parcela do Auxílio na sexta, 18. Veja mudanças

Como prometido, a Caixa Econômica Federal divulgou na manhã desta terça-feira (15) as mudanças no calendário do recebimento do Auxílio Emergencial. De acordo com essas informações, as alterações atingem apenas as pessoas que não são do Bolsa Família.

Segundo as novas datas, os informais que nasceram no mês de janeiro poderão receber o benefício na próxima sexta-feira (18). No calendário anterior, eles poderiam fazer isso apenas no dia 20. Então estamos falando de uma antecipação de dois dias.

Além disso, há também uma mudança na data dos saques para esse público. Inicialmente, os informais que nasceram em janeiro só poderiam sacar esse dinheiro da terceira parcela no dia 13 de julho. Agora, com as mudanças, eles poderão fazer isso no dia 1 do próximo mês.

A principal mudança no calendário, no entanto, vai para as pessoas que nasceram no mês de dezembro. De acordo com as novas datas, eles irão receber a terceira parcela ainda neste mês de junho. Antes, se sabia que eles só iriam poder movimentar esse dinheiro a partir de julho.

“A mudança mais significativa será para os nascidos em dezembro, que passam a ter direito à terceira parcela ainda em junho, no dia 30, junto com quem faz aniversário em novembro. Antes, quem nasceu no último mês do ano receberia em 21 de julho”, disse o Ministério da Cidadania.

Veja o calendário:

Reprodução: Ministério da Cidadania

Bolsa Família

Quem é beneficiário do programa Bolsa Família e está recebendo o Auxílio Emergencial não vai ter nenhuma mudança no calendário. Pelo menos é isso o que o Ministério da Cidadania garante. De acordo com eles, o início dos pagamentos para esse público começam na próxima quinta-feira (17).

Vale lembrar que desde o começo do Auxílio Emergencial essas pessoas obedecem a um calendário diferente de pagamentos. No caso deles, é a mesma regra que eles seguiam antes nos repasses do próprio Bolsa Família. Assim, eles seguem recebendo com base no Número de Inscrição Social (NIS).

Vale destacar também que, ao contrário dos informais, quem faz parte do Bolsa Família não precisa se preocupar com a data dos saques. É que eles podem retirar o dinheiro assim que o Governo libera a quantia. Se preferirem, eles também podem movimentar o montante pelo aplicativo Caixa Tem.

Terceira parcela do Auxílio

É importante lembrar que este ano o Dataprev está fazendo uma reanálise no meio dos pagamentos das parcelas do Auxílio Emergencial. Então pode ser que algumas pessoas que receberam os dois primeiros pagamentos, fiquem sem receber nada daqui para frente.

Isso acontece porque alguns cidadãos conseguem arrumar um emprego formal ou ainda passam a ter uma renda per capita maior do que o teto. Nesses casos, essas pessoas acabam perdendo o direito de receber o benefício. Por isso, é importante ficar de olho no portal da consulta para saber como está a situação.

O Auxílio Emergencial deve passar por uma prorrogação de dois ou três meses. Pelo menos foi isso o que garantiu o Ministro da Economia, Paulo Guedes. A decisão final sobre esse assunto, no entanto, seguirá sendo do Presidente Jair Bolsonaro.

1 comentário
  1. hilberlande da conceiçao soares garcia Diz

    porque o meu auxilio emergencial nao saiu, eu nunca recebe.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.