Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

CAIXA: liberados entre R$ 500 a R$ 2 MIL em NOVO programa; saiba como receber

Atenção, brasileiros! O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, faz saber aos interessados a liberação do novo programa de “microfinanças” que visa pagar de R$ 500 a R$ 2 mil para mais de 10 milhões de brasileiros. A taxa do serviço vai variar entre 1,5% e 2,5% ao mês, o que faz o banco confiar que as taxas baixas vão atrair várias pessoas.

“São taxas muito menores de juros e que vão permitir que mais de 10 milhões de brasileiros tenham acesso ao crédito de maneira segura, rápida, sem precisar ir à agência. Isso reforça a bancarização e reforça o acesso dessa população mais carente ao setor financeiro”, disse Pedro ao programa voz do Brasil, o presidente do banco.

Além disso, o presidente confirmou que outros programas já estão em andamento, como, por exemplo, o Programa Casa Verde e Amarela, que também passará pela transição para poder ser operado por meio do aplicativo Caixa Tem.

“Todos os contratos desse programa serão, a partir do ano que vem, via aplicativo”, disse. Hoje, segundo estimativas da instituição, 4,5 milhões de brasileiros possuem algum tipo de contrato de habitação. “Vamos migrar esses e novos contratos serão feitos pelo aplicativo”, revelou.

Aumento de crédito

Segundo Guimarães, o PIX será utilizado para reforçar a segurança nas transações por meio da liberação de crédito em massa pelo banco digital. O executivo informou que o banco cadastrou 18,5 milhões de chaves Pix, 47% destas pessoas usaram o aplicativo Caixa Tem, mostrando assim o avanço da digitalização bancária no Brasil.

“A bancarização é um fato. Essas pessoas entraram via Caixa Tem, se bancarizaram e hoje já têm movimentação bancária, inclusive no Pix”, disse o presidente do banco.

No primeiro trimestre de 2020, a estatal registrou a maior contratação de crédito imobiliário da história, sendo liberado R$ 33,2 milhões. Esse valor é 21,5% superior que o registrado no segundo trimestre deste ano e 58,7% maior ao mesmo período de 2019.

“Retomamos ao nível operacional de antes do coronavírus e crescemos mais do que o ano passado. Aconteceu o mesmo em relação ao consignado”, afirmou Guimarães. Os que optaram pelo consignado, a contratação foi de R$ 21,9 milhões durante o mesmo período, mostrando um crescimento de 60,6% comparado ao ano anterior.

Benefícios do CaixaTem

Pedro Guimarães confirmou que entre os meses de julho e setembro de 2020 foram destinados cerca de R$ 356 bilhões para 130 milhões de pessoas. Com isso, de acordo com o levantamento da instituição, entre 10 adultos, 8 recebem algum benefício.

8 Comentários
  1. Helio Cezar de Souza Diz

    Preciso pedir o dinheiro urgente tem jeito?

  2. Marcelo f h gollmann Diz

    Para pagar contas

  3. Edney Diz

    O golpe tá aí cai quem quer

  4. Noel Diz

    É impressionante como a caixa trata os seus clientes. Em um mundo instável, com a economia volátil, não é possível migrar um contrato antigo para se adequar novos tempo. Está passando do tempo de fazer um estudo e mudar está política.

  5. MariaIranildada Silvia Oliveira Diz

    Ola poso te um cartao da caixa

  6. Josedival Neri da Camara Diz

    A propaganda nao esta associada ao que vcs pedem. Como somos um pais de analfabetos fica facil se enganar. Por favor sejam grandparents e objetivos.

  7. Joarly Diz

    Mas esse dinheiro só vai ser liberado só no ano q vem.do q adianta pra quem tá querendo pra agora.

  8. Arly Baptista de Oliveira Diz

    Muito são os progressos da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.