Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.7/5 - (7 votes)

Bolsonaro anuncia reajuste de salário para todos os servidores

De acordo com o Presidente, todos os servidores da máquina federal irão receber um reajuste no salário no ano de 2022

Ainda em viagem pelo Oriente, o Presidente Jair Bolsonaro revelou que vai aplicar um reajuste nos salários de todos os servidores públicos do país. Isso considerando obviamente aqueles que estão em um nível federal. Ele disse que vai conseguir pagar isso através da PEC dos Precatórios.

Veja também: Auxílio Brasil de R$400: Caixa confirma quantos vão receber em novembro

Só que esse texto ainda não foi aprovado pelo Senado Federal. Então, na prática, essa é uma promessa que o próprio Presidente não sabe se vai conseguir realizar. Em entrevista recente, ele próprio disse que a questão da PEC dos Precatórios não dependia mais dele, e sim do Congresso Nacional.

De qualquer forma, o Presidente afirma que acredita que vai conseguir pagar esse reajuste. Ele não disse de quanto seria esse aumento, mas disse que ele vai acontecer para todos os trabalhadores de todos os níveis da máquina federal. Vale lembrar que esses trabalhadores estão há dois anos sem esse reajuste.

“A inflação chegou a dois dígitos. Conversei com o (ministro da Economia) Paulo Guedes, e em passando a PEC dos Precatórios, tem que ter um pequeno espaço para dar algum reajuste. Não é o que eles merecem, mas é o que nós podemos dar”, disse o Presidente ainda na cidade de Manama, a capital do Bahrein.

Bolsonaro não deu mais detalhes sobre essa ideia, mas isso deve acontecer assim que ele voltar ao Brasil. De qualquer forma, essa declaração já está causando repercussão nas redes sociais. Várias pessoas estão criticando e elogiando o Presidente por essa fala neste exato momento.

Auxílio Brasil também depende da PEC

Como dito, não é apenas esse reajuste que depende da PEC dos Precatórios. O Auxílio Brasil. Pelo menos é isso o que o Governo Federal está argumentando neste momento. Sem um não tem como pagar o outro.

A PEC dos Precatórios já passou pela aprovação em dois turnos na Câmara dos Deputados. Neste momento, o texto está no Senado Federal. Ainda não se sabe quanto tempo os parlamentares levarão para aprovar esse texto. Isso influencia na questão dos servidores.

O objetivo do Governo Federal é usar essa PEC para pagar o Auxílio de no mínimo R$ 400 para todos os 17 milhões de usuários do programa em questão. Isso só deve acontecer a partir de dezembro.

E se não passar?

Caso a PEC dos precatórios não passe, o Governo Federal passa a ter um problema maior. Segundo o Ministro da Economia, Paulo Guedes, caso isso aconteça, não vai mais ser possível pagar o auxílio de R$ 400 para 17 milhões de pessoas.

O Ministro da Cidadania, João Roma, foi além e disse que existe até mesmo um prazo para essa votação. Se o Senado não aprovar essa PEC ainda em novembro, ele disse que vai ficar muito difícil operacionalizar o Auxílio Brasil turbinado.

E agora tem mais essa história do reajuste dos servidores. De acordo com o Presidente Jair Bolsonaro, isso só vai acontecer caso a PEC dos Precatórios passe. Por isso, todos os olhos devem se voltar para o Senado Federal nos próximos dias.

3.7/5 - (7 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

2 Comentários
  1. Isabel Diz

    Auxílio Brasil ( não) queremos à volta do auxílio emergencial ai sim será para todos,( auxílio emergencial urgente )

  2. Ivo Froes Diz

    Se deve fazer o bem ao povo brasileiro aprovando essa pec, pois, o mais importante do Brasil é seu povo, e não se esqueçam que esse povo vai as urnas em breve e com certeza, muitos parlamentares só continuarão se o povo assim achar que devem, então vamos, preste atenção senhores parlamentares

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.