Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Bolsa Família terá 50% de reajuste; saiba quando

O Bolsa Família deve ser reajustado em 50%, defendeu o presidente do país, Jair Bolsonaro (sem partido). O prazo para isso acontecer? “Novembro ou dezembro “, afirmou.

Ele ainda criticou o ex-presidente Lula que lidera as pesquisas de intenção de voto. 

“Alguém sabe qual a média do Bolsa Família? R$ 190. O auxílio emergencial começou com R$ 600, e está em R$ 250 agora. Diminuiu porque não tem como endividar mais. Estamos acertando o 50% de reajuste no Bolsa Família para novembro ou dezembro, e tem gente que quer a volta de quem arrebentou o Brasil”, disse.

“É pouco? Sei que é pouco, mas é o que a nação pode dar. Alguns falam em mudar de nome, eu não estou preocupado em mudar de nome, eu quero atender a população”,  completou.

Bolsonaro também confirmou que o novo nome pode ser  “Renda Cidadã”.

A ideia seria se apoiar no projeto para lanças a candidatura do presidente Jair Bolsonaro para 2022.

Dinheiro do Bolsa Família não é garantido

Uma das críticas feitas por especialistas é que o dinheiro para reformulação do programa ainda não existe.

Isso porque a ideia do governo é aprovar a reforma tributária e incluir os valores por meio da alteração no imposto de renda – com a tributação de dividendos.

Entenda mais:

“Estão criando uma peça de ficção para o orçamento do novo Bolsa Família. O relatório da reforma tributária diminui a arrecadação do governo, e os secretários de Fazenda de estados e municípios dizem que a proposta também diminuirá os repasses que eles recebem. Como vão bancar o Bolsa Família se prefeitos e governadores são contra o relatório da reforma? A reforma tributária pode não ser aprovada, e os recursos que garantiriam o programa social não vão existir”, afirmou ao Uol, o economista Raul Velloso.

Se isso irá se realizar ainda não se sabe, mas o governo federal planeja lançar o Bolsa Família na sequência do término do auxílio emergencial.

A ideia do do governo é pagar o auxílio emergencial até que a população adulta tenha sido vacinado, contra a Covid-19, com pelo menos a 1ª dose.

1 comentário
  1. Maria Eliane da cruz Diz

    Quero saber do meu pasep trabalho que nem burro na orta aí vem dizer sobre bolsa família um bando de vaga quem realmente precisa nao recebe fala serio

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.