Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Nome do Bolsa Família pode ser mudado para “Auxílio Brasil”

O benefício social Bolsa Família foi criado em 2002 pelo ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que é provável adversário de Jair Bolsonaro, atual presidente, em 2022. Pensando na popularidade que o petista teve principalmente pela sua redistribuição de renda, o Governo atual poderia modificar o Bolsa Família para “Auxílio Brasil” e inclusive com novos valores.

Bolsonaro foi aconselhado a aproveitar a reformulação do Bolsa Família, que está programada para acontecer em novembro, logo após os pagamentos do Auxílio Emergencial terminarem no mês de outubro.

Reformulação aconteceria para desvincular o programa do Ex-Presidente Lula

A tentativa de reformulação tanto das condições gerais do programa como também do valor pago, poderia ser no intuito de descaracterizar o Bolsa Família, que foi um programa inventado pelo seu provável concorrente.

A ideia estaria em aproveitar que o Auxílio Emergencial trouxe muita popularidade a Bolsonaro, onde ele manterá os pagamentos até outubro deste ano. Hoje o valor médio do benefício é de R$ 190, porém os planos para o Auxilio Brasil é de pagamentos mínimos de R$ 300, ainda que a equipe econômica entenda que os pagamentos devem ser de R$ 170.

Paulo Guedes já afirmou que todo benefício social será pago dentro do teto

Em uma entrevista recente que o Ministro da Economia Paulo Guedes deu para o canal de televisão, CNN Brasil, Guedes afirmou que o orçamento para o Bolsa Família em 2022 já está previsto no orçamento. O Ministro vêm sendo alvo de uma série de críticas, principalmente pela desvalorização da moeda desde o início da pandemia.

Guedes destaca que os recursos do aumento do Bolsa Família irão ficar dentro do teto de gastos e da lei de responsabilidade fiscal que inclusive já está nas previsões para o próximo ano.

O orçamento para pagamentos do Bolsa Família neste ano é de R$ 35 bilhões. Para garantir a evolução para um novo grupo de pagamentos e para um valor maior aos beneficiários, o Ministro calcula que será necessário um incremento de R$ 25 a 30 bilhões. O aumento também elevaria o número de famílias no programa, de 14 para 17 milhões.

Como é o Bolsa Família hoje?

O programa Bolsa Família tem o intuito de realizar a transferência direta de renda, que é direcionado a famílias de pobreza e em situação de extrema pobreza no país. O intuito é que com a distribuição de renda permanente, elas possam ter acesso aos alimentos básicos, higiene e mais dignidade.

Entre os principais objetivos do programa, estão o combate à fome, promover a segurança alimentar e nutricional, combater a pobreza e outras privações de famílias, além do acesso aos serviços públicos, como de saúde, educação e assistência social.

No Brasil atualmente, são consideradas famílias em condições de extrema pobreza aquelas com renda mensal de até R$ 89 por pessoa. As famílias pobres são aquelas que tenham renda mensal de R$ 89,01 até 178 por pessoa, ambas aptas para serem atendidas pelo Bolsa Família.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
2 Comentários
  1. Terezinha roberto Diz

    O governo deveria fazer outra análise nos bolsa familia.Tem muita gente que teve auxílio bloqueado por conta que maridos estava fixados ano passado e agora esse ano não tem nenhuma renda mais. Eu por exemplo fui cortada ano passado e esse ano so estou recebendo 130 reais isso da pra manter uma casa de alimentos gás energia e etc.E falta de consciência dos governos.

  2. Mariana Diz

    O governo deveria estar mais preocupada com as pessoas q estão passando necessidades, ao invés de estar preocupado em mudar o nome do bousa família, o nome é o q menos importa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.