Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Bolsa Família 2021: Inscritos ganham MAIS benefícios além do auxílio emergencial

O Bolsa Família contempla famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. No entanto, devido a pandemia da Covid-19, esse benefício passou a ser pago pelo auxílio emergencial. Além disso, estar cadastrado no programa possibilita a aprovação em vários outros benefícios.

O programa do Bolsa Família foi criado em 2004 no governo do ex-presidente Lula. O programa foi a junção de outros benefícios estabelecidos na gestão de Fernando Henrique Cardoso, o Bolsa Escola, Vale Gás e Bolsa Alimentação.

Nos dias de hoje, o Bolsa Família atende cerca de 14,6 milhões de famílias. O Governo paga mensalmente uma média de R$ 192. Porém, o atual presidente da república, Jair Bolsonaro, pretende aumentar esse valor em agosto deste ano.

Benefícios do Bolsa Família

  • Benefício para crianças e adolescentes de 0 a 15 anos: R$ 41;
  • Benefício para gestantes (duração de nove meses): R$ 41;
  • Benefício para nutrizes (crianças entre 0 a 6 anos): R$ 41;
  • Benefício variável jovem (adolescentes entre 16 e 17 anos – cada família pode acumular até dois): R$ 48;
  • Benefício de superação a pobreza: valor variável.

Vale destacar que cada benefício é liberado conforme a característica familiar. Por esse motivo, o valor pode variar, além de ser possível o acumulo de até cinco benefícios, com exceção do Benefício Jovem.

Condições para receber o Bolsa Família

  • Renda mensal por pessoa de até R$ 89,00;
  • Renda por pessoa de até R$ 178,00 (famílias que tenham em sua composição gestante, nutrizes, crianças e adolescentes até 17 anos);
  • Estar inscrito no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico);
  • Estar com os dados no CadÚnico atualizados há, pelo menos, dois anos.

Exigências do Bolsa Família

Para manutenção do benefício do Bolsa Família, os beneficiários precisam cumprir algumas exigências, são elas:

  • Crianças e adolescentes com idade escolar – entre 6 e 15 anos – devem ter, 85% de presença nas aulas, no mínimo;
  • Jovens entre 16 e 17 anos, a frequência mínima exigida é de 75%.

Na saúde:

  • Crianças menores de 7 anos precisam estar com a caderneta de vacinas em dia, além de comparecer ao posto de saúde para monitoramento e acompanhamento do crescimento;
  • Gestantes devem comparecer às consultas de pré-natal e participar de atividades educativas cedidas pelo Ministério da Saúde sobre aleitamento materno e alimentação saudável;
  • Acompanhamento de saúde das mulheres com idade de 14 a 44.

Calendário auxílio emergencial no Bolsa Família

Do total de segurados do Bolsa Família (14,6 milhões), 10 milhões estão recebendo o benefício através do auxílio emergencial desde abril.

Confira abaixo o calendário desse grupo:

Inscritos NIS 1ª parcela 2ª parcela 3ª parcela 4ª parcela
NIS de final 1 16 de abril 18 de maio 17 de junho 19 de julho
NIS de final 2 19 de abril 19 de maio 18 de junho 20 de julho
NIS de final 3 20 de abril 20 de maio 21 de junho 21 de julho
NIS de final 4 22 de abril 21 de maio 22 de junho 22 de julho
NIS de final 5 23 de abril 24 de maio 23 de junho 23 de julho
NIS de final 6 26 de abril 25 de maio 24 de junho 26 de julho
NIS de final 7 27 de abril 26 de maio 25 de junho 27 de julho
NIS de final 8 28 de abril 27 de maio 28 de junho 28 de julho
NIS de final 9 29 de abril 28 de maio 29 de junho 29 de julho
NIS de final 0 30 de abril 31 de maio 30 de junho 30 de julho

Outros benefícios para quem recebe o Bolsa Família

  • Bolsa Verde;
  • Carteira do idoso;
  • Programa Brasil Carinhoso;
  • Tarifa Social de Energia Elétrica.

Leia também: O Governo Federal indica que o Bolsa Família sofrerá reajustes

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
1 comentário
  1. Heloisa Diz

    Recebo bolsa família e não fui contemplada no auxílio o que devo fazer

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.