Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Beneficiários do auxílio emergencial serão reavaliados; VEJA!

Alguns trabalhadores que receberam a primeira parcela do auxílio emergencial desde o mês de abril não irão receber o benefício a partir deste mês de maio. Mas o porquê disso? A confirmação foi dada pelo Ministério da Cidadania. De acordo com informações da pasta, o Governo vai reavaliar cada um dos benefícios.

Esse é um procedimento natural que eles tinham planejado que aconteceria ao fim de cada pagamento do Auxílio. Como se sabe, o Governo terminou os repasses da primeira parcela do benefício ainda no final do mês de abril. Agora, eles se preparam para fazer a liberação do dinheiro da segunda parcela.

Neste intervalo de tempo, eles irão reavaliar todas as contas para saber se as pessoa ainda se encaixam nos critérios do recebimento do benefício. Se o beneficiário não registrou nenhuma mudança nos seus dados, então não precisa se preocupar porque vai continuar recebendo normalmente.

No entanto, se esse beneficiário conseguiu um emprego formal, por exemplo, ele vai perder o benefício. Isso vai acontecer porque uma das regras básicas para o pagamento do Auxílio Emergencial é não ter um emprego formal atualmente.

O Governo prometeu que faria essas revisões porque entendeu que este ano o dinheiro que eles possuem em caixa para o pagamento do benefício é bem menor do que aquele que eles tinham durante todo o ano passado. As revisões devem se repetir entre o segundo e o terceiro mês, bem como entre o terceiro e o quatro mês.

Revisão de dados do auxílio emergencial

Se por um lado o Governo Federal vai começar as revisões dos dados dos beneficiários, por outro muita gente ainda está com a conta em processamento. Essas pessoas ainda não sabem portanto se poderão receber o Auxílio Emergencial ou não.

O Dataprev, que é o órgão que analisa esses dados, afirma que ninguém precisa se preocupar com essa situação. Isso porque mesmo as pessoas que estão demorando para receber o benefício terão o direito de receber todas as quatro parcelas. Isso desde que passem por uma aprovação no cadastro.

E mesmo que o cadastro passe por uma negativa, essas pessoas também terão o direito de contestar a decisão. E elas terão um prazo de 10 dias para fazer essa contestação. É portanto o mesmo prazo que todas as outras pessoas tiveram no início dos pagamentos no último mês de abril.

Pagamento do auxílio emergencial

Em 2021, o Auxílio Emergencial tem um tamanho notadamente menor do que aquele que o Governo Federal pagou durante o ano passado. Se em 2020, o Governo chegou a pagar parcelas de R$ 1200, este ano o máximo que o Planalto está liberando é o valor de R$ 375 por mês.

Além disso, vale ressaltar que a maioria dos trabalhadores informais está mesmo recebendo o valor menor, que é o de R$ 150. Com esse dinheiro, não dá para comprar uma cesta básica nas principais cidades do país. No Rio de Janeiro e em São Paulo, por exemplo, uma cesta costuma passar dos R$ 600, em média.

O Governo reconhece que os valores do Auxílio Emergencial este ano são baixos. Em entrevistas recentes, o próprio Presidente Jair Bolsonaro falou isso. No entanto, ele argumentou que as pessoas deveriam usar esse dinheiro como um complemento de renda e não como uma renda completa.

9 Comentários
  1. Simone Diz

    Tem que volta os 600

  2. Denise Souza de Oliveira Diz

    Sou casada e tenho 2 filhos, mas meu auxilio veio 150.00 como se eu morasse sozinha, mais alguem aconteceu isso?
    Como posso resolver?

  3. Juliana Diz

    Só Deus sabe o quanto preciso desse dinheiro ano passado recebi esse ano não 😔😔😔

  4. Bruno firme Diz

    Vota no bozo de novo seus fela da puta

  5. Arildo Perez Bezerra de Macedo Diz

    Arildo Perez Bezerra de Macedo, sou músico e estou desempregado, preciso auxílio Emergencial 2021, vinha recebendo o de 2020 até dezembro. Estou com os meus dados em processamento aínda, (Bolsonaro 2022), pir favor estrou precisando muito.

  6. Cirlane Barboza Gonçalves Naves Diz

    Eu estou no Bolsa Família, e não recebi o auxílio. Pois está dando que eu estou recebendo o BEM do governo. Gostaria muito que isso fosse analisado. Pois nem contestar eu consegui. Bom se fosse verdade que eu estou recebendo. Pois estou com td atrasado por conta de não estar trabalhando.

    1. Lucimar da Silva Ferreira Diz

      ei era do bolsa família canselaram o meu benefício e eu não consigo receber o auxílio meu nome entrou em prosseguimento e fala que eu estou recebendo mas não estou meu nome estar legível data prévio presisa analisar melhor

  7. Rita de Cássia de Souza dos Santos Nunez del Prado Diz

    Estou desempregada desde 03/03/2021, não consegui sacar meu FGTS somente em 2023, até lá posso ter morrido de fome. Recebo o bolsa família 91,00 e no site do Dataprev, diz que recebo esse valor maior que o auxílio emergencial, que no caso seria 150,00 tem gente que não sabe o que é maior ou menor. Estou desesperada para conseguir um emprego. Que tristeza sempre contribuí, gosto muito de trabalhar. Até já pensei em suicídio, por não ter o que comer.

    1. viviane cristina nogueira.vivViviane Diz

      ANO PASSADO NÃO RECEBI AUXÍLIO POR ESTÁ EMPREGADA, MAS ESTE ANO INFELIZMENTE PERDI EMPREGO NÃO TIVE DIREITO AO AUXÍLIO, CONTÍNUO DESEMPREGADA PAGO ALUGUEL. NÃO CONSIGO CONTESTAR.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.