Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

BCB destaca transformações relevantes no Sistema Financeiro Nacional (SFN) 

BCB destaca transformações relevantes no Sistema Financeiro Nacional (SFN)  através de documento oficial. Confira pontos importantes!

Conforme informações oficiais do Banco Central do Brasil, o Sistema Financeiro Nacional se transforma para acompanhar as inovações do mercado. 

O BCB destaca que as inovações no SFN ajudarão a delinear o futuro da cidadania financeira no Brasil. Por isso, o Banco Central do Brasil investe cada vez mais em melhorias dentro do sistema financeiro através de novos projetos e sistemas operacionais.

BCB destaca transformações relevantes no Sistema Financeiro Nacional (SFN) 

Dessa forma, o BCB destaca por meio de fontes oficiais, que o Sistema Financeiro Nacional (SFN) está em intensa transformação. Nesse cenário de digitalização, o BCB destaca as recentes inovações no SFN que já impactam e que continuarão transformando progressivamente a vida financeira dos cidadãos brasileiros. 

Visto que essa preocupação com a saúde financeira do cidadão é um dos valores destacados pela instituição em projetos inovadores, como o Open Banking e o Pix.

Novos tipos de instituições

O Banco Central do Brasil ressalta que novos tipos de instituições oferecem novas maneiras de o cidadão se relacionar com o SFN, as inovações no ambiente regulatório e de pagamentos, e os respectivos impactos para o cidadão.

Dessa forma, por meio das análises e evidências apresentadas, este relatório busca contribuir para a construção de políticas públicas que tenham como objetivo a democratização financeira e o alcance do exercício pleno da cidadania financeira no país, ressalta o Banco Central do Brasil. Conforme informações oficiais do Banco Central, nos últimos anos, as mudanças na cidadania financeira puderam ser percebidas em diversas áreas.

Avanço dos indicadores da cidadania financeira

O BCB avalia o avanço dos indicadores da cidadania financeira entre 2018 e 2020, e destaca a inclusão financeira digital e os impactos da pandemia da Covid-19 na forma como a população brasileira se relaciona com o sistema financeiro. 

Essa análise pode ser consultada pelo cidadão de forma total através do Relatório de Cidadania Financeira 2021; um documento disponibilizado pelo Banco Central do Brasil em seu site oficial.

O cidadão e o relacionamento com as instituições financeiras

De forma sucinta, dentre outros aspectos, o percentual de adultos com relacionamento com instituições financeiras, assim como verificado na edição anterior do Relatório do BCB, continuou acima dos 85% durante esse período, chegando a 96% em 2020.

Sendo assim, esse alto percentual é decorrente, em parte, da inclusão de todas as contas não encerradas, até mesmo daquelas que possuem saldos muito baixos ou que não registraram saques, depósitos e transferências por períodos longos, aponta o BCB no documento oficial da instituição.

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.