Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

BC aponta expansão nos fluxos brutos de lucros e dividendos

BC aponta expansão nos fluxos brutos de lucros e dividendos. Confira outros dados relevante sobre as estatísticas do setor externo!

Conforme divulgação oficial do Banco Central, as despesas líquidas de lucros e dividendos, associadas aos investimentos direto e em carteira, totalizaram US$2,0 bilhões em setembro de 2021, mesmo patamar observado em setembro de 2020. 

BC aponta expansão nos fluxos brutos de lucros e dividendos

O BC ressalta que, apesar da estabilidade em termos líquidos, houve expansão nos fluxos brutos de lucros e dividendos: as despesas cresceram de US$3,4 bilhões para US$4,4 bilhões, e as receitas passaram de US$1,4 bilhão para US$2,5 bilhões, ambas na comparação entre setembro de 2020 e setembro de 2021. As despesas líquidas com juros somaram US$1,1 bilhão em setembro de 2021, ante US$1,3 bilhão registrados em setembro de 2020.

Elevação dos ingressos líquidos em investimentos diretos no país (IDP) 

Já os ingressos líquidos em investimentos diretos no país (IDP) somaram US$4,5 bilhões em setembro de 2021, ante US$3,4 bilhões em setembro de 2020. 

Assim sendo, os ingressos líquidos em participação no capital atingiram US$6,0 bilhões e as operações intercompanhia, saídas líquidas de US$1,5 bilhão. Nos doze meses encerrados em setembro de 2021 o IDP totalizou US$50,4 bilhões (3,16% do PIB), ante US$49,4 bilhões (3,12% do PIB) no mês anterior e US$54,8 bilhões (3,55% do PIB) em setembro de 2020.

Estatísticas sobre as ações e fundos de investimento 

Por fim, os investimentos em carteira no mercado doméstico totalizaram saídas líquidas de US$916 milhões em setembro de 2021, compostas por saídas líquidas de US$1,6 bilhão em ações e fundos de investimento e ingressos líquidos de US$676 milhões em títulos de dívida. Os ingressos líquidos de investimentos em carteira no mercado doméstico totalizaram US$41,6 bilhões nos doze meses finalizados em setembro de 2021. (Confira nossas dicas para novos investidores).

Reservas internacionais: Banco Central divulga informações relevantes 

Já no que se refere às reservas internacionais, o Banco Central informa que as mesmas somaram US$368,9 bilhões em setembro de 2021, redução de US$1,5 bilhão em comparação a agosto de 2021.

Segundo o BC, o resultado decorreu de retornos líquidos de US$930 milhões em linhas com recompra, das contribuições negativas de US$1,8 bilhão e US$1,2 bilhão, por variações de preço e paridade, respectivamente. A receita de juros totalizou US$447 milhões.

 Estimativas e parciais – outubro de 2021

Por fim, em sua divulgação oficial, o BC informa que para o mês de outubro, a estimativa do resultado em transações correntes é de déficit de US$4,2 bilhões; a de IDP é de ingressos líquidos de US$4,0 bilhões, informa o Banco Central do Brasil em sua plataforma oficial. É importante acompanhar as diversas divulgações feitas pelo Banco Central do Brasil, visto que são dados que impactam na economia nacional, de forma direta ou indireta.

5/5 - (1 vote)

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.