Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Bancos digitais: Número de clientes mais que dobra durante a pandemia

Os maiores bancos digitais do Brasil possuem 82 milhões de contas abertas, segundo o levantamento feito pela Akamai Technologies. Foram consideradas as maiores 7 instituições bancárias digitais do país, segundo o Banco Central (BC), sendo elas o Nubank, Banco Inter, Banco Original, C6 Bank, Agibank, Neon e Next.

O número de contas abertas mais que dobrou este ano, se comparada a 2020. No ano passado, a porcentagem de clientes de bancos digitais representava apenas cerca de 14% do total de contas abertas considerando todos os tipos de instituições financeiras do Brasil, de modo que esse dado passou para 31% em 2021.

Apesar do grande aumento de clientes, os bancos digitais ainda estão bem atrás dos tradicionais no quesito conta poupança. Segundo os dados levantados na pesquisa, apenas 12% dos usuários utilizam a função em bancos digitais, contra 42% em bancos tradicionais.

Quando se trata de contas correntes, bancos tradicionais também possuem a preferência dos brasileiros. As instituições físicas apresentam cerca de 46% das contas correntes abertas, que nos bancos digitais representam apenas 29%. Em contrapartida, na nova função PIX, os bancos digitais e tradicionais receberam quantidades semelhantes de usuários.

A pandemia acelerou a digitalização

Uma grande contribuinte para o grande aumento de clientes de bancos digitais do ano passado para este, certamente foi a pandemia do Coronavírus. “A gente já vinha numa tendência de digitalização, mas ela foi muito acelerada nesse período de pandemia”, afirma Maxnaun Gutierrez, head de pessoas físicas e produtos do C6 Bank.

O banco realizou uma pesquisa em parceria com o Ipec (instituto criado por ex-executivos do Ibope Inteligência) mostrando que, de fato, durante a pandemia houve uma aceleração nesse movimento de digitalização: 36% dos brasileiros disseram ter aberto algum tipo de conta em banco digital nesse período.

A pesquisa também revelou que 57% dos brasileiros com internet já têm conta digital.Os bancos digitais surgiram com duas propostas básicas: não ter agências físicas e oferecer isenção de tarifas. Com sucessivos aportes de investidores ao longo dos últimos anos, passaram a valer bilhões de reais e angariaram milhões de clientes.

Como os bancos digitais funcionam?

Na prática, os bancos digitais funcionam como um banco comum, porém todas as operações são realizadas por meio de alguma plataforma online, geralmente pelos aplicativos de celular, fornecidos pelos próprios bancos. A abertura de conta e atendimento ao cliente são feitos de maneira online também.

Um banco digital, de forma geral, não possui uma estrutura física como os bancos tradicionais, o que diminui bastante seu custo de operação. Com isso, essas instituições conseguem oferecer serviços mais baratos ou até sem custo algum, como cartões de crédito sem anuidade e uma conta corrente sem tarifas de manutenção.

Bancos digitais, apesar de apresentarem muitas vantagens em relação às instituições físicas, são tão seguros quanto. Devido a Resolução nº 4658 garantir que  essas empresas precisam ter uma “política de segurança cibernética”, e define “requisitos para a contratação de serviços de processamento e armazenamento de dados e de computação em nuvem”. Essa medida surgiu como uma forma de trazer ainda mais segurança aos clientes.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.