Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.9/5 - (51 votes)

Auxílio emergencial volta a ser pago com valor de até R$375; veja o calendário

O calendário é específico para as liberações e inclui as transferências bancárias via TED e DOC pelo Caixa Tem.

Os depósitos do Auxílio Emergencial foram concluídos no dia 31 de outubro, mas os saques da sétima parcela ainda estão sendo liberados. O calendário é específico para as liberações e inclui as transferências bancárias via TED e DOC pelo Caixa Tem.

Veja também: Auxílio Emergencial 2021: ciclo final da 7ª parcela

O cronograma foi iniciado no dia 1º de novembro e será encerrado no dia 19 do mesmo mês. Vale ressaltar que os beneficiários estão recebendo parcelas com valores variados, sendo:

  • R$ 150 para pessoas que moram sozinhas;
  • R$ 250 para famílias inscritas no CadÚnico;
  • R$ 375 para as mães solteiras chefes de famílias monoparentais.

O calendário de saques e transferências é destinado ao público geral, composto por desempregados, trabalhadores autônomos, Microempreendedores Individuais (MEI) e cidadãos de baixa renda inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal.

Calendário de saques e transferências da última parcela

O próximo pagamento será destinado aos beneficiários que nasceram em maio, conferindo a próxima terça-feira (9).

  • Nascidos em janeiro: 1 de novembro;
  • Nascidos em fevereiro: 3 de novembro;
  • Nascidos em março: 4 de novembro;
  • Nascidos em abril: 5 de novembro;
  • Nascidos em maio: 9 de novembro;
  • Nascidos em junho: 10 de novembro;
  • Nascidos em julho: 11 de novembro;
  • Nascidos em agosto: 12 de novembro;
  • Nascidos em setembro: 16 de novembro;
  • Nascidos em outubro: 17 de novembro;
  • Nascidos em novembro: 18 de novembro;
  • Nascidos em dezembro: 19 de novembro.

Após o encerramento do calendário de saques da sétima parcela do Auxílio Emergencial, muitos beneficiários do programa ficarão desamparados. Todavia, aqueles que se enquadrarem nos critérios de elegibilidade do Auxílio Brasil, receberão mensalidades de R$ 400. A expectativa é que até 17 milhões de famílias sejam atendidas.

Auxílio Emergencial chegou ao fim?

Oficialmente, o que se sabe até aqui é que essa foi a última parcela do Auxílio Emergencial. De acordo com dados do próprio Ministério da Cidadania, o projeto em questão estava atendendo no seu último mês algo em torno de 35 milhões de pessoas.

Só que há uma ala dentro do Palácio do Planalto que ainda está tentado convencer o Presidente Jair Bolsonaro a prorrogar o benefício por mais algum tempo. No entanto, em entrevista recente para uma rádio do Rio Grande do Sul, o chefe de estado negou que isso vá acontecer.

De acordo com informações de bastidores, a prorrogação do Auxílio Emergencial voltou para o radar do Governo principalmente por causa das dificuldades que o Planalto está tendo para aprovar textos que liberariam o aumento do novo Bolsa Família. É o que se sabe até aqui.

3.9/5 - (51 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

14 Comentários
  1. Kátia Diz

    Quem não está no no Bolsa Família é nem no CAD fica como ?

  2. Déborah Diz

    Várias pessoas necessitando mano tem gente que não tem nem uma carne pra comer na janta e cadê esse “DEPUTADO” que não ajuda a galera nessas horas?
    Tão triste ter que viver nesse Brasil de verdade mesmo ao invés de ir pra frente tá indo cada vez mais pra trás minha gente. Que isso????? :/

  3. Augusto Diz

    Estou desesperado pois hoje vou receber a última parcela do auxílio emergencial. E depois só Deus sabe o que será de mim. Fazem quatro anos que estou desempregado. Tenho disgaste num disco vertebral da minha coluna e faço tratamento no SUS, e está difícil encontrar emprego na minha situação. O governo precisa beneficiar todas as pessoas que estão desempregadas.

  4. Ediamar Diz

    Estava recebendo auxilio normal ate queatrrumei um emprego mas so por 3 meses e cortaram. Fui dispensado e ate hoje consta que tenho emprego formal e ja nao tenho faz meses e nao recebi mais o auxilio.

  5. Rogério Diz

    O que o presidente fez é seus deputados fizeram ao votar na pec e aprovar o auxílio brasil foi a maior sacanagem com o povo,o que será dos 22 milhões que ficaram sem uma ajuda,agora pessoal se interem em quem votou a favor da sacanagem e não votem e também no presidente(FORA BOLSONARO, FORA QUEM VOTOU NA SACANAGEM)
    VOCES TOMARÁ QUE APRENDAM A COTAR S DEIXEM DE SEREM BURROS BOTEM WSSA CORJA DE MAL CARÁTER PRA FORA,O PODER ESTA NAS NOSSAS MÃOS

  6. Mariana Diz

    Com tanta miséria com tantos desempregos acho que o mínimo que poderia acontecer e esse auxílio continuar porque pra muitos pode ser pouco mais pra milhares e muito .

  7. Elis Diz

    Porque so quem fez o pedido ate agosto de 2020 tem direito ? Quem ficou desempregado depois dessa data . Ou recebeu fgts não tem direito ? Eu fiquei desempregada assim que começou a pamdemia e dei entrada no seguro . No qual recebi 5 parcela de menos de quem recebeu auxilio . E não pude fazer a inscriçao . Acho injusto isso .

  8. Talita Santos Diz

    Esse povo tem que procurar saber mas um pouco sobre os governantes desse país o presidente Jair Bolsonaro ele já sugeriu a volta do auxílio emergencial se não for aprovado o auxílio Brasil que seria no valor de 400 reais ele lança a proposta e quem aprova são os deputados não ele sozinho que decreta as “coisas”.

  9. Renata Diz

    Por favor presidente nos ajude prolongue o auxílio
    pra que nós possamos ter um mantimento em casa e possamos ter uma ceia de Natal em casa estamos desempregado por causa da pandemia

  10. Suely Diz

    Gostaria de ver o presidente sobreviver com 150:00 reais por mês, porque no Brasil não vive,sobrevive.!

  11. Luiz Diz

    Nem meu

  12. Lane Diz

    Com todo respeito esse presidente e a prova viva de que quem estar no topo nao se importa com quem estar em baixo

  13. Rosinha Diz

    O título fala em volta do auxílio emergencial, mas o conteúdo fala em última parcela e declaração de fim do benefício pelo poderoso chefão. Affff

  14. DIEGO JOSE PINHO SOARES Diz

    Já sabe que n tem meu voto presideente

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.