Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial: usuários reclamam de cancelamentos por falsas mortes

De acordo com relatos de usuários do Auxílio Emergencial, a Dataprev estaria cancelando o benefício por causa de mortes que não teriam acontecido

Relatos nas redes sociais garantem que a Dataprev estaria cancelando contas do Auxílio Emergencial de algumas pessoas. Até aí, não teria nada de errado. Afinal, o órgão está atuando justamente para fazer essas análises. No entanto, há quem diga que esses bloqueios estariam acontecendo por causa de óbitos de indivíduos que estariam vivos.

Aparentemente os casos não são poucos. De acordo com relatos, o cidadão percebe que a data de receber o benefício chegou e quando vai olhar a conta acaba vendo que não caiu dinheiro nenhum. Ao olhar a situação do perfil no site oficial do Auxílio, se dá conta de que a quantia não caiu por causa de um bloqueio. E a explicação é que cidadão está morto.

De acordo com informações do jornal EXTRA, mais de mil pessoas que passaram por isso tentaram reverter essa situação com o Ministério da Cidadania. Boa parte delas conseguiram recuperar o benefício depois do pedido de contestação do resultado. No entanto, algumas tiveram que partir para a Justiça para tentar mudar o rumo.

Uma opção para elas é procurar a Defensoria Pública mais próxima. Nesses locais, agentes estão preparados para lidar com situações justamente como essas. E em alguns casos eles acabam resolvendo o problema sem que a pessoa possa passar pela dor de cabeça de entrar na Justiça contra o Governo Federal.

“O Ministério da Cidadania e a Dataprev chegaram a contestar meu pedido afirmando terem meu registro de óbito, mas provei que estou viva”, disse uma das usuárias que recuperaram o benefício em entrevista para o jornal carioca EXTRA. Estima-se que outras milhares de pessoas passaram por problemas semelhantes.

Morar no exterior

Cancelamentos por supostos óbitos que não aconteceram não são a única reclamação dos usuários. Nas redes sociais, há também relatos de pessoas que dizem que passaram por bloqueios nas suas contas com a alegação de que moravam no exterior.

“Eu nunca saí do meu estado. Eu nunca tive um passaporte na minha vida. Mas eu perdi meu Auxílio com a alegação de que eu estou morando fora do país. Não sei mais o que fazer para provar que sou pobre”, lamentou um usuário em suas redes sociais.

Pelas regras do Auxílio Emergencial, pessoas que morreram ou que passaram a morar fora do país não podem continuar recebendo o benefício. Então se a Dataprev identificar que tem alguém nesta situação, pode identificar o erro e isso vai culminar no bloqueio da conta.

Cancelamentos do Auxílio

De acordo com o Governo Federal, a regra neste momento é passar um pente fino nas contas dos mais de 37 milhões de usuários do Auxílio Emergencial. O objetivo é evitar que as fraudes aconteçam no mesmo nível do ano passado.

Por isso, a Dataprev está olhando as contas de todos esses usuários com certa frequência. Assim que eles encontram certos erro nos documentos, podem acabar aplicando o bloqueio. É aí a pessoa deixa de receber o benefício.

Para alguns usuários existe a possibilidade de contestação. Para saber se é um deles, basta ir até o site oficial da consulta do Auxílio Emergencial e procurar pelo motivo do cancelamento. Quem pode contestar o resultado vai perceber a presença de um link. É só clicar lá e esperar pelo novo resultado.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.