Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial: quais são os canais oficiais para tirar dúvidas

Mesmo diante de tanta informação, muita gente ainda tem dúvidas sobre o Auxílio Emergencial. Veja como resolver isso

O Governo Federal está pagando nesta semana a quinta parcela do Auxílio Emergencial. O programa iniciou os seus repasses este ano ainda no último mês de abril. No entanto, mesmo depois de tanto tempo, muita gente ainda tem dúvidas sobre os pagamentos do projeto em questão. Como é possível resolver isso?

De acordo com informações do próprio Governo Federal é possível entrar em contato com os canais oficiais do Ministério da Cidadania para tentar resolver essa situação. É possível, por exemplo, ligar para o número 121. Essa é uma espécie de central de atendimento. Depois de alguma espera o cidadão pode até falar diretamente com um atendente.

É importante ligar para esse número apenas nos casos em que a dúvida for muito específica. Em caso de questões mais gerais, é possível ver esses questionamentos dentro do site oficial do próprio Ministério da Cidadania. Isso porque eles disponibilizam uma página apenas para perguntas e respostas comuns de todos os usuários do programa.

Outro canal oficial em que o cidadão pode tirar essa dúvida é a plataforma Fala.BR. Por esse site é possível não apenas resolver questões como também realizar reclamações formais contra o Governo. De acordo com relatos nas redes socais, muita gente usa essa plataforma para criticar o não recebimento ou mesmo o cancelamento do benefício em questão.

É preciso guardar bem essas informações. É que muita gente acaba indo tirar dúvidas sobre o Auxílio Emergencial apenas com uma simples consulta em um site clandestino ou ligando para números que não são oficiais. Em alguns casos, por exemplo, o cidadão pode acabar sendo até vítima de um golpe.

Auxílio Emergencial

O Governo Federal começou a pagar o Auxílio Emergencial ainda no último ano. Naquela ocasião, o objetivo era ajudar os informais que estavam passando pro dificuldades com os fechamentos de atividades em todas as unidades da federação.

Mesmo depois de tanto tempo após o início dos repasses, muita gente afirma que tem dúvidas em relação aos pagamentos. É que, de fato, as regras em relação ao benefício costumam mudar com uma certa frequência. De modo que por vezes é mesmo difícil saber o que vale e o que não vale.

O calendário de pagamentos do programa, por exemplo, costuma passar por constantes alterações. A própria Caixa Econômica Federal assume isso e afirma que está tentando melhorar os canais de comunicação com os usuários. O objetivo é fazer com que eles se informem de maneira mais segura.

Novo Bolsa Família

Essas dúvidas que hoje cercam o Auxílio Emergencial, deverão acabar cercando também o novo Bolsa Família. O programa, que ainda nem entrou em cena, está coberto de mistério mesmo antes do seu primeiro pagamento, que deve acontecer só em novembro.

De acordo com as informações oficiais, o Governo até entregou a Medida Provisória (MP) do projeto nas mãos do Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). No entanto, esse documento não mostra algumas informações importantes.

Nem os cidadãos, nem os jornalistas e nem o próprio Governo Federal sabem ainda qual vai ser o valor médio dos pagamentos do novo programa. Além disso, também não dá para saber ainda quantas pessoas irão receber o dinheiro do novo benefício a partir de novembro.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.