Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Auxílio de R$ 100 será liberado para quem tomar ESTA vacina

Os cidadãos paraenses que estiverem devidamente vacinados contra a Covid-19 terão direito a um novo Auxílio Emergencial. O governo concederá um benefício no valor de R$ 100 para cerca de 1 milhão de pessoas.

Veja também: Auxílio Emergencial: Veja quando serão pagas as novas parcelas

O novo auxílio servirá como incentivo para que as pessoas que ainda não se vacinaram tomem as devidas providências sanitárias. A intenção é realizar o pagamento ainda em dezembro. O regulamento já foi definido pelo governo do estado.

“Recompensa” para quem se vacinar

Para receber o benefício, as famílias devem estar na folha de pagamento do novo benefício social, o Auxílio Brasil. Logo, também é preciso estar devidamente inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Além disso, é necessário comprovar que o esquema de vacinação contra a Covid-19 está completo. Desta forma, também será possível ter um controle da campanha de vacinação do estado.

Vale ressaltar que no caso das vacinas da Jansen, só é preciso comprovar uma dose. As demais, devem registrar duas aplicações, lembrando que a terceira dose, chamada de reforço, não será cobrada, pois muitos ainda não estão no mês de recebê-la.

De acordo com o governo do estado, o programa Renda Pará Vacinado é uma forma de incentivar a vacinação e também identificar os que já se vacinaram, contribuindo para o controle da pandemia do coronavírus no Pará.

Ademais, o benefício será de grande valia visto que o estado possui quase 400 mil doses da vacina vencendo e muitos cidadãos que ainda não procuraram se imunizar. Contudo, com a chegada de novas variantes a previsão é que a campanha se intensifique.

O Auxílio Emergencial será prorrogado?

O que se sabe neste momento é que uma prorrogação do auxílio emergencial dificilmente acontecerá. No entanto, um grupo específico seguirá recebendo o benefício.

Homens chefes de famílias monoparentais terão acesso a uma cota extra do Auxílio Emergencial. A previsão é que 1,283 milhão de cidadãos sejam contemplados com a medida, segundo o Ministério da Cidadania.

A iniciativa cumprirá a determinação do Congresso Nacional após derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro. Esta nova parcela será voltada ao público masculino que não teve direito as cotas duplas do programa em 2020.

Veja também: Auxílio Brasil pode ser pago no valor de R$ 600 em 2022

Na época, as mulheres chefes de famílias monoparentais recebiam parcelas no valor de R$ 1.200. Neste sentido, o pagamento retroativo considerará as cinco primeiras parcelas do programa no valor de R$ 600. Desta forma, como complemento os homens de direito serão contemplados com R$ 3.000.

Vale ressaltar que a iniciativa faz parte dos últimos pagamentos do Auxílio Emergencial, não sendo caracterizada como uma prorrogação. Segundo o governo, o pagamento deve acontecer ainda em dezembro para quem se cadastrou no programa pelo aplicativo Caixa Tem ou pelo site

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.