Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4/5 - (5 votes)

Auxílio Brasil: Veja como consultar a 1ª mensalidade do programa pelo aplicativo

De acordo com o Ministério da Cidadania, os trabalhadores poderão consultar se foram aprovados, quando e quanto irão receber, entre outras possibilidades nos próximos dias.

O novo Bolsa Família será iniciado esta semana. Os pagamentos estão previstos a partir do dia 17 de novembro, ou seja, amanhã. De acordo com o Ministério da Cidadania, os trabalhadores poderão consultar se foram aprovados, quando e quanto irão receber, entre outras possibilidades nos próximos dias.

Veja também: Auxílio Brasil de R$400 para quem não tem Bolsa Família

A expectativa é que as informações sejam liberadas até o fim desta semana. Liberadas as consultas, os procedimentos poderão ser realizados por meio do antigo aplicativo do Bolsa Família ou através da Central de Relacionamento do Ministério da Cidadania, pelo número 121.

Como realizar a consultar do Auxílio Brasil usando o antigo app do Bolsa Família

O Auxílio Brasil vai contemplar todas as 14,6 milhões de famílias atendidas pelo Bolsa Família. Além disso, outras 2,4 milhões devem ser adicionadas. Sendo assim, as consultas poderão ser realizadas, neste primeiro momento, no antigo aplicativo do Bolsa Família. Veja como:

  1. Acesse a plataforma utilizando o CPF e a senha cadastrada em outros aplicativos da Caixa;
  2. Caso não possua um cadastro, clique em É novo por aqui? Cadastre-se”;
  3. Todavia, caso seja cadastrado não se lembre da senha, toque em “Recuperar senha” e siga o passo a passo;
  4. Na sequência, algumas opções ficarão disponíveis para consulta, como valor do benefício, calendário de pagamentos, extrato das transferências dos últimos 12 meses, além de tirar dúvidas.

Contudo, caso apresente dificuldade no acesso vá até a aba “Preciso de Ajuda”. Outras informações também podem ser consultadas pelo número 0800 726 0207.

Veja como se inscrever no CadÚnico para receber benefício

O Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) é uma ferramenta utilizada pelo Governo Federal para identificar e coletar dados de famílias de baixa renda do país. A intenção é viabilizar a inclusão em programas de assistência social e de distribuição de renda.

No entanto, embora as famílias sejam cadastradas em situação de vulnerabilidade não é lhes dado direito a inclusão automática em algum programa. Para isso, é necessário ainda corresponder os critérios de elegibilidade das políticas públicas.

Além disso, para se inscrever no CadÚnico é necessário ter uma renda per capita mensal de até meio salário mínimo (R$ 550, atualmente), ou uma renda de até três pisos nacionais (R$ 3.300, atualmente).

Caso a família se encaixe nessas condições, será necessário escolher um representante, sendo ele maior de 16 anos e de preferência do sexo feminino. No momento do cadastro, deverá apresentar ao menos o seu título de eleitor e CPF.

No mais, deverá ter em mãos ao menos um dos documentos listados a seguir de cada membro do núcleo familiar:

  • Título de Eleitor;
  • Certidão de Casamento;
  • Certidão de Nascimento;
  • Carteira de Identidade (RG);
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI) para famílias indígenas e quilombolas;
  • Carteira de Trabalho;
  • CPF;
  • Comprovante de residência recente (conta de água ou luz dos últimos três meses).

Vale ressaltar que a inscrição deve ser realizada presencialmente no CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) mais próximo. O responsável familiar terá que responder um questionário relativo a informações da família, como renda, condições da residência e gastos com alimentação, por exemplo.

Feito isto, após 15 dias o titular da família deverá solicitar o seu Número de Identificação Social (NIS), sendo ele o principal dado para verificação da inclusão em programas e benefícios sociais do governo.

Confira a lista com os benefícios e programas que as famílias podem receber através do CadÚnico:

  • Água para todos;
  • Aposentadoria para Pessoas de Baixa Renda;
  • Auxílio Emergencial;
  • Benefício de Prestação Continuada (BPC);
  • Bolsa Estiagem;
  • Bolsa Família — novo Auxílio Brasil;
  • Bolsa Verde (Programa de Apoio à Conservação Ambiental);
  • Carta Social;
  • Carteira do Idoso;
  • Casa Verde e Amarela;
  • Crédito Instalação;
  • ENEM;
  • Identidade Jovem (ID Jovem);
  • Isenção de Pagamento de Taxa de Inscrição em Concursos Públicos;
  • Programa Brasil Alfabetizado;
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti);
  • Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais;
  • Programa Nacional de Crédito Fundiário;
  • Programa Nacional de Reforma Agrária;
  • Programas Cisternas;
  • Rural;
  • Serviços Assistenciais;
  • Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Telefone Popular.
4/5 - (5 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

2 Comentários
  1. Carolayne Souza Graciano Diz

    Preciso tanto por que estou desempregada

  2. Carmem Lúcia Diz

    carmemluciacaceresmachado4@gmail.com

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.