Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Brasil pode ser implementado sem reajustes; confira

O objetivo da equipe técnica era liberar o benefício mensal no valor de R$ 300 a R$ 400, no entanto, o Ministério da Economia afirmou que o valor deve ser reduzido para R$ 280 a R$ 290, devido a problemas fiscais.

O Auxílio Brasil é o novo programa social proposto pelo governo Bolsonaro. O objetivo da equipe técnica era liberar o benefício mensal no valor de R$ 300 a R$ 400, no entanto, o Ministério da Economia afirmou que o valor deve ser reduzido para R$ 280 a R$ 290, devido a problemas fiscais.

Justificativa para o lançamento do Novo Bolsa Família

O novo programa de transferência de renda tem como objetivo desvincular qualquer medida implementado durante o governo do ex-presidente Lula. Devido a possível rivalidade nas eleições de 2022, até o nome do Bolsa Família será alterado para Auxílio Brasil.

Mudanças no Novo Bolsa Família

A intenção do presidente da república é aumentar o número de beneficiários bem como o valor médio pago as famílias atendidas, que atualmente é de R$ 192. Neste caso, para que a quantia seja elevada, novo benefício serão criados, sendo eles:

  • Benefício Primeira Infância: destinado às famílias com crianças entre 0 a 36 meses incompletos;
  • Benefício Composição Familiar: pago às famílias com jovens até 21 anos;
  • Benefício de Superação da Extrema Pobreza: disponibilizado como complemento financeiro para as famílias que recebem benefícios, mas que ainda assim não ultrapassam a renda familiar per capita da faixa de pobreza extrema;
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior: concedida em 12 parcelas mensais aos estudantes beneficiários do Auxílio Brasil com bom desempenho em competições acadêmicas e científicas;
  • Auxílio Criança Cidadã: pago aos chefes de família que consigam emprego e não encontram vagas em creches para deixar os filhos de 0 a 48 meses;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Rural: oferecido por até 36 meses aos agricultores familiares inscritos no Cadastro Único;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana: direcionado a beneficiários do Auxílio Brasil que comprovem vínculo empregatício recente;
  • Benefício Compensatório de Transição: distribuído aos atuais beneficiários do Bolsa Família que forem prejudicados com a migração entre os programas até que regularize o valor do salário mensal;
  • Auxílio Esporte Escolar: destinado a estudantes entre 12 e 17 anos que sejam membros de famílias beneficiárias e que se destacarem nos Jogos Escolares Brasileiros.

Problemas fiscais podem não permitir reajuste no valor do benefício

Embora o chefe do Executivo tenha anunciado um valor superior a 50%, a equipe técnica informou que a quantia é muito alta, sendo novamente definida em cerca de R$ 280 e R$ 290.

No mais, os problemas fiscais podem impedir que o novo programa seja lançado com a ampliação no número de beneficiários e no valor médio distribuído. Isso porque, esperam que o orçamento básico para o Bolsa Família continua para o ano que vem em R$ 34,8 bilhões.

Entretanto, o Governo já vem se preparando para arrecadar recursos extras para o financiamento do Auxílio Brasil. Foi enviada ao Congresso Nacional uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para o parcelamento de precatório. Através disso, a receita que sobrar poderá ser destinada ao projeto.

Quando o Auxílio Brasil entra em vigor?

A expectativa do Governo Federal é de lançar o Auxílio Brasil em novembro deste ano, após o encerramento da prorrogação do Auxílio Emergencial 2021. Com o intuito de aumentar o número de famílias atendidas, a intenção é elevar o faixa de inclusão ao programa, passando de R$ 89 para R$ 100.

 

Como realizar a inscrição no CadÚnico?

Para ter acesso ao benefício do Novo Bolsa Família, o cidadão interessado deve estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal. Para realizar o registro, o sujeito pode acessar o aplicativo “Meu CadÚnico” ou comparecer em um dos centros de assistência social.

Desta forma, o responsável pelo cadastro da família deve ser maior de idade e apresentar os seguintes documentos:

  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • CPF;
  • RG;
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor;
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (Rani).

Todavia, vale ressaltar que mediante a inscrição o Ministério da Cidadania fará uma triagem para selecionar os novos contemplados, não sendo o registro garantia para a entrada no Auxílio Brasil.

Quem poderá receber o benefício?

De modo geral, terão direito receber o benefício do novo programa:

  • Famílias em condição de extrema pobreza cuja renda mensal de até R$ 89 por pessoa, segundo o padrão atual do governo;
  • Famílias em condição de pobreza com renda mensal entre R$ 89 e R$ 178 por pessoa, segundo o padrão atual do governo, além de possui em sua composição gestantes ou pessoas com idade até 21 anos.

Veja também: Cartão Bolsa Alimentação será distribuído em 2021; veja quem vai receber

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
3 Comentários
  1. Zuleica Aparecida Diz

    Nao vai adiantar mudar nome de beneficio ,isso não vai garantir reeleição de Bolsanaro,ainda mais agora que deixou as pessoas informais que não são cadastro no cadastro unico de fora desse aixilio Brasil e pior muitas familias,e ate mesmo pessoas que vivem sozinhas,sem ter nem o comer com o valor dessa nova rodada do auxilio emergencial 2021 e pior ainda muitos que recebiam em 2020 ,sem nem esse valor.Isso compromete muito a reeilicao dele.
    Só se o povo for muito massoquista de votar pra presidente naquele que vira as costa pra ele,que causa a eles o sofrimento de nao ter nem o que comer na mesa mais,que nada faz com a alta dos alimentos,legumes ,frutas,carnes,combustivel e energia eletrica,nem quem trabalha e ganha bem mais que tres salario minimo está conseguindo,qto menos quem ganha salario minimo seco ou nao ganha nada,menos que isso.

  2. Sirlene Aparecida Bragança Diz

    Eu sou de janeiro não com segi aquinta parcela. Porquê será.

  3. Dani Diz

    Boa tarde, adorei esse app. Me instruiu muito, graças à Deus

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.