Auxílio Brasil: governo não divulgou qual é o real tamanho da fila de espera

Número de pessoas que estão esperando para entrar no Auxilio Brasil ainda é desconhecido. Governo não divulga informação

O Governo Federal deve começar dentro de mais algumas semanas a terceira rodada de pagamentos do Auxílio Brasil. Pelo que se sabe até aqui, o Palácio do Planalto deverá inserir algo em torno de 2 milhões de pessoas no programa. Ao todo, o benefício deve chegar no bolso de cerca de 17 milhões de usuários.

Isso vai ser suficiente para acabar com a fila de espera do programa? Ainda não dá para saber. Isso porque não se sabe qual é o tamanho desta lista. Então fica impossível saber se essa quantidade de pessoas que irão receber o Auxílio Brasil vai ser suficiente para atender todo mundo que precisa do dinheiro.

Pelos dados do Ministério da Cidadania, a fila de espera para entrar no Auxílio Brasil conta com cerca de 1 milhão de pessoas. Só que a divulgação dessa informação aconteceu ainda no primeiro trimestre de 2021, ou seja, há uma grande chance de que esse dado na verdade esteja bem defasado.

Se ele for verdadeiro e continuar atual, então o Auxílio Brasil vai ter espaço para todo mundo que precisa. Por essa lógica, as 2 milhões de vagas que o Governo deve ofertar serão mais do que suficientes para atender essa parcela da população. Assim, ninguém vai ficar de fora dos pagamentos.

Mas de acordo com o Consórcio Nordeste, esse número na verdade seria bem maior. Segundo a última divulgação de dados do grupo, a fila de espera para entrar no Auxílio Brasil já é neste momento de cerca de 2,4 milhões de pessoas. Nesse cenário, as 2 milhões de vagas não seriam suficientes.

Cenário a Rede Brasileira

Há um cenário ainda pior. É o da Rede Brasileira de Renda Básica. Ainda nesta quinta-feira (30), membros dessa organização lançaram uma nota dizendo que a fila de espera para se entrar no Auxílio Brasil neste momento tem algo em torno de 8 milhões de pessoas.

Se esse número se confirmar e o Governo Federal realmente inserir apenas 2 ou 3 milhões de pessoas, então é possível que algo em torno de 5 milhões de indivíduos com direito de receber o benefício acabem ficando de fora dos pagamentos neste primeiro momento.

Por que é importante saber disso?

Saber qual é o real tamanho da fila é importante para entender quantas pessoas o Governo Federal precisa atender para que todos recebam alguma ajuda. É difícil imaginar uma métrica que justifique o fato de que uns podem receber e outros não.

Nesta quarta-feira (29), o presidente Jair Bolsonaro vetou um dispositivo que impedia a formação de filas de entrada no Auxílio Brasil. Então agora o Governo não tem mais a obrigação de atender todo mundo.

Auxílio Brasil

O Governo Federal começou os pagamentos do Auxílio Brasil ainda no último mês de novembro e seguiu a segunda rodada agora em dezembro. Neste primeiro momento, apenas as pessoas que estavam no Bolsa Família é que estão recebendo.

Isso quer dizer que quem não estava nesse programa, ainda não teve chance de entrar no Auxílio Brasil. Como dito, o mais provável é que essas novas inserções aconteçam mesmo a partir do próximo mês de janeiro.

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.