Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

2/5 - (1 vote)

Auxílio Brasil: Governo deve gastar cerca de R$ 7,1 bilhões em janeiro

De acordo com o próprio Ministério da Cidadania, cerca de R$ 7,1 bilhões serão gastos no primeiro pagamento do ano do Auxílio Brasil

O Governo Federal já confirmou que os pagamentos de janeiro do Auxílio Brasil deverão começar na próxima semana. Já no próximo dia 18 de janeiro, por exemplo, o calendário oficial do programa aponta que será a vez daqueles que possuem o Número de Inscrição Social (NIS) terminando em 1.

Essas informações já foram divulgadas oficialmente há alguns dias e não se tratam de novidades. Nesta terça-feira (11), no entanto, o Governo Federal acabou divulgando mais alguns detalhes referentes a esses repasses. Agora, foi divulgado qual será valor das liberações de janeiro.

Considerando apenas esse primeiro mês do ano, o Governo Federal deverá gastar algo em torno de R$ 7,1 bilhões para os pagamentos do Auxílio Brasil. Vale lembrar que o programa social vai seguir pagando o mesmo que pagou no final do ano passado. São parcelas de, no mínimo, R$ 400 para todos os beneficiários.

O que mudou entre os anos de 2021 e 2022 foi mesmo o número de usuários. De acordo com o Ministério da Cidadania, no ano passado, eles pagaram o benefício para algo em torno de 14,7 milhões de pessoas. São os mesmos que estavam no Bolsa Família até o último mês de outubro.

Para este ano de 2022, o Ministério da Cidadania confirmou a inclusão de cerca de 3 milhões de pessoas. Pelo que se sabe até aqui, esse número vai fazer com que a quantidade de usuários do programa se eleve para algo em torno de 17,5 milhões de brasileiros. Isso é mais do que o Governo Federal estava prometendo que faria.

Menos do que o necessário?

Por mais que o número de usuários do Auxílio Brasil tenha subido em 3 milhões para este mês de janeiro, isso ainda não é suficiente. E quem está dizendo isso são os números do próprio Ministério da Cidadania.

Em entrevista recente, o Ministro da Cidadania, João Roma, disse que com o fim do Auxílio Emergencial, cerca de 25 milhões de pessoas ficaram sem nenhum tipo de ajuda. Na oportunidade, Roma garantiu que faria algo para esses cidadãos.

Estamos completando três meses dessa promessa e até agora não há nada para esse público. O que se sabe é que as 3 milhões de vagas que se abriram no Auxílio Brasil não serão suficientes para atender os 25 milhões que estão sem nada. É matemática básica.

Auxílio Brasil vai só até o fim deste ano?

Ainda não se sabe qual vai ser a exata duração do programa Auxílio Brasil do Governo Federal. O que há de fato é uma grande indefinição sobre o futuro do benefício. A garantia dele vai até o final deste ano de 2022.

Isso quer dizer, portanto , que os pagamentos turbinados do Auxílio Brasil no valor de R$ 400 estão confirmados até pouco depois das eleições presidenciais deste ano. Ele pode continuar depois? Pode. Mas não há uma garantia.

A PEC dos Precatórios, que passou por uma aprovação, afirma que o Governo precisa ter algum programa social em 2023. Mas ainda não sabe o que seria esse projeto. Pode ser o Auxílio Brasil de R$ 400 ou pode não ser também.

2/5 - (1 vote)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.