Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.5/5 - (20 votes)

Auxílio Brasil de R$400: Inconsistências no Cadúnico poderão bloquear benefício

Muita gente está esperando para começar a receber o Auxílio Brasil. Mas uma simples inconsistência no Cadúnico pode acabar com tudo

Neste momento, milhões de pessoas estão aguardando para começar a receber os valores do Auxílio Brasil. Esse é o programa que deve substituir o Bolsa Família já a partir do próximo dia 17 de novembro. De acordo com o Governo Federal, no entanto, novas vagas só serão abertas a partir do próximo mês de dezembro.

Veja também: Auxílio Gás confirmado no valor de R$50

Como se sabe, quem quiser entrar no programa precisa ter uma conta no Cadúnico. Existem outras exigências, mas esta é a mais básica de todas. O fato, no entanto, é que é preciso ter muito cuidado com todos os dados que estão neste perfil. Qualquer inconsistência pode potencialmente bloquear os pagamentos do benefício.

É que o Cadúnico é uma lista que reúne todas as informações de cada um dos usuários do programa. Por isso, é muito importante atualizar os dados do mesmo. Quem está com questões inconsistentes poderá acabar caindo em uma espécie de bloqueio. E aí mesmo que ele permaneça nesta lista, ele não vai receber o Auxílio Brasil.

O que se sabe é que cada usuário do Cadúnico precisa atualizar as informações do seu perfil pelo menos uma vez a cada dois anos. No caso dos usuários do Bolsa Família o ideal é atualizar todos os anos. Mas a principal dica é mudar as informações sempre que uma mudança acontecer na família.

Então se, por exemplo, algum indivíduo nasceu e passou a morar na casa, essa informação precisa ir para o Cadúnico. Se alguém morreu ou se mudou, também. Se alguém conseguiu um emprego, também. Qualquer mudança que aconteça que possa mexer com a estrutura da família em questão precisa ser atualizada o quanto antes.

Base de dados exemplo

Imagine, por exemplo, uma situação. Uma cidadã que está no Cadúnico é a única pessoa de uma casa que tem um emprego formal. Essa informação está no seu perfil. Só que aí imagine que ela perdeu esse emprego.

Em tese, se sabe que por ser a única que tinha um emprego formal, imagina-se que a renda per capita da família vai cair. Se um primo distante chegar para morar com ela, então essa renda vai cair ainda mais.

Se essa cidadã do nosso exemplo não atualizar essas informações, ela vai poder acabar perdendo o direito de receber o Auxílio Brasil. Isso porque a renda per capita dela poderá ser maior do que o permitido pelo programa.

Auxílio Brasil

A ideia do Governo Federal é começar o pagamento do Auxílio Brasil já neste próximo dia 17 de novembro. Neste primeiro momento, apenas os usuários que já faziam parte do Bolsa Família poderão receber o benefício.

A promessa do Governo Federal é de que se a PEC dos Precatórios for aprovada no Senado, então eles irão selecionar mais usuários para fazer parte do programa. Isso, na mais otimistas das hipóteses, só deve acontecer mesmo a partir de dezembro.

A ideia do Palácio do Planalto é pagar um valor mínimo de R$ 400 para todas as 17 milhões de pessoas que farão parte do benefício. Esses patamares poderão subir porque os usuários poderão ir acumulando os projetos em questão.

4.5/5 - (20 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

3 Comentários
  1. leticia Diz

    o meu está bloqueado oq posso fazer pra recebe?

  2. Sueli Diz

    Bloquearam meu auxílio emergencial pois meu filho começou a trabalhar porém, teve corte na empresa e ele ainda na experiência foi demitido.
    Está desempregado e agora nem ele, nem eu recebermos. O q fazer nessa situação?
    Eu faço bicos somente, então tudo se complicou.

  3. Maycon Diz

    Estou no cadastro único porque fala que não tenho direito

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.