Auxílio Brasil: confira as novas datas de pagamento

Atualmente, o Auxílio Brasil atende mais de 18 milhões de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, totalizando um investimento de R$ 7,4 bilhões.

As famílias beneficiadas pelo Auxílio Brasil já podem consultar quando receberão o benefício mínimo de R$ 400 neste mês de maio. De acordo com o cronograma, os repasses serão iniciados no dia 18 e ocorrerão segundo o Número de Inscrição Social (NIS).

Atualmente, o Auxílio Brasil atende mais de 18 milhões de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, totalizando um investimento de R$ 7,4 bilhões. Vale lembrar que para participar do programa é preciso ter inscrição ativa no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Quem pode receber?

Para receber o Auxílio Brasil de R$ 400, os interessados deverão atender os seguintes requisitos:

  • É necessário estar inscrito no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);
  • Ser selecionado pelo Ministério da Cidadania;
  • Estar em situação de pobreza ou de extrema pobreza.
  • A exigência para as famílias em situação de pobreza para ter direito ao benefício é ter em sua composição, gestantes, nutrizes (mães que amamentam), crianças, adolescentes ou jovens entre 0 e 21 anos incompletos.

Como solicitar o benefício?

Há três possibilidades:

  • Se já tinha o Bolsa Família: Auxílio Brasil será pago automaticamente;
  • Se está no CadÚnico, mas não recebia o Bolsa Família: vai para a lista de espera;
  • Se não está no CadÚnico: é preciso buscar um CRAS para fazer o registro, sem garantia de receber.

No mais, é possível consultar o benefício pelo aplicativo Auxílio Brasil ou Caixa Tem. Além dos meios digitais, o cidadão consegue entrar em contato com a central telefônica do Ministério da Cidadania, no número 121.

Calendário de pagamentos de maio

Final do NIS Data de pagamento
118 de maio
219 de maio
320 de maio
423 de maio
524 de maio
625 de maio
726 de maio
827 de maio
930 de maio
031 de maio

Auxílio Brasil pode pagar parcela extra 

O Auxílio Brasil, programa social que substituiu o Bolsa Família em novembro do ano passado, atende atualmente cerca de 18 milhões de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza.

Mensalmente, o programa disponibiliza um benefício mínimo no valor de R$ 400 aos beneficiários. No entanto, é possível que as famílias recebam quantias consideravelmente superiores.

Isso porque, o Auxílio Brasil conta com uma série de benefícios complementares criados justamente para aumentar a mensalidade básica de R$ 400. Em alguns casos, a parcela extra pode chegar ao valor de R$ 1 mil.

Auxílio Brasil com parcela extra de R$ 1.000

Uma das formas de receber a parcela extra de R$ 1.000 do programa é através do Auxílio Esporte Escolar ou da Bolsa de Iniciação Cientifica Júnior. Em suma, os abonos consistem em incentivos a jovens que integram famílias beneficiárias do programa que se destacarem em competições esportivas ou acadêmicas.

Ou seja, famílias integradas por estudantes de 12 a 17 anos incompletos, que possuem um alto desempenho em competições de jogos escolares, ou em campeonatos acadêmicos podem receber o auxílio complementar.

A intenção é incentivar os jovens a se dedicarem as atividades escolares, o que enquadra o estudo e desenvolvimento esportivo e científico. As famílias aprovadas nessas categorias podem receber um pagamento único de R$ 1.000 ou R$ 100 mensais.

4.2/5 - (4 votes)
1 comentário
  1. Márcia Cristina Miranda dos Santos Diz

    dia

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.