Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3/5 - (7 votes)

Auxílio Brasil com valor de R$ 400 será liberado com cartão de pagamento

A expectativa é que o novo Bolsa Família atenda famílias em situação de extrema pobreza e famílias em situação de pobreza, desde que possua em sua constituição gestantes ou pessoas com menos de 21 anos.

Após a confirmação do Auxílio Brasil no valor de R$ 400, o Governo Federal divulgou que os cartões para garantir os repasses já estão sendo produzidos. A ferramenta impressa com a bandeira do Brasil possui o slogan “Pátria amada, Brasil”.

Portanto, com a implementação do novo programa social, o Bolsa Família deixará de existir. De acordo com o último discurso do ministro da Cidadania, João Roma, o Auxílio Brasil trará um reajuste de 20% sobre o BF.

Veja também: Auxílio emergencial 2021: CAIXA paga 7ª parcela para DOIS grupos neste sábado

A expectativa é que o novo Bolsa Família atenda famílias em situação de extrema pobreza e famílias em situação de pobreza, desde que possua em sua constituição gestantes ou pessoas com menos de 21 anos.

Atualmente, para que se encaixe na condição de extrema pobreza é necessário ter uma renda per capita mensal de até R$ 89, já para se enquadrar na condição de pobreza é preciso ter uma renda mensal de até R$ 178 por pessoa.

No mais, o Auxílio Brasil disponibilizará outros abonos para que a mensalidade atinja o patamar de R$ 400. “Estamos tratando internamente no governo e também junto ao Congresso Nacional. Com a PEC dos Precatórios, esperamos que tudo seja viabilizado dentro das regras fiscais”, explicou o ministro.

“Essa é uma pauta que desde o princípio temos defendido. A área social e a área econômica são duas faces da mesma moeda”, completou Roma.

Benefício do Auxílio Brasil

O novo programa concederá três abonos no módulo básico. Confira quais são:

  • Benefício Primeira Infância: destinado a famílias com crianças com até 36 meses incompletos;
  • Benefício Composição Familiar: contempla jovens de 18 a 21 anos incompletos. A intenção é incentivar este grupo a concluir, ao menos, um nível de escolarização formal;
  • Benefício de Superação da Extrema Pobreza: concedido caso o recebimento dos benefícios anteriores não supere a renda mensal per capita da família, ficando ainda na faixa da extrema pobreza.

Complementares

Além destes, para que a mensalidade seja viabilizada, o Auxílio oferecerá abonos complementares. Veja a seguir:

  • Auxílio Esporte Escolar: beneficia estudantes com idades entre 12 e 17 anos incompletos, membros de famílias beneficiárias do Auxílio Brasil que se destacarem nos Jogos Escolares Brasileiros;
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior: destinado a alunos com bom desempenho em competições acadêmicas e científicas vinculados as famílias beneficiárias do Auxílio Brasil. O repasse será de até 12 parcelas mensais;
  • Auxílio Criança Cidadã: contempla famílias com criança de até 48 meses incompletos que consiga fonte de renda, mas não encontre vaga em creches públicas ou privadas da rede conveniada;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Rural: concedido durante, até, 36 meses aos agricultores familiares inscritos no Cadastro Único;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana: quem estiver na folha de pagamento do programa Auxílio Brasil e comprovar vínculo de emprego formal receberá o benefício;
  • Benefício Compensatório de Transição: destinado a famílias beneficiadas pelo Bolsa Família que perderem parte do valor recebido após o enquadramento no Auxílio Brasil. Será concedido no período em que as mensalidades sejam regularizadas.

Cartões

Pouco se sabe ainda sobre esses cartões do programa em questão. Só o que está claro é que eles serão em verde e amarelo e terão a gravação frase “Pátria Amada, Brasil”. Trata-se, portanto, de um trecho do Hino Nacional que também é usado como slogan oficial do Governo do Presidente Jair Bolsonaro.

Não se sabe ainda se todos os 17 milhões de usuários irão receber esses cartões de uma só vez. É provável que eles entreguem esses dispositivos aos poucos, começando no final de novembro. De acordo com informações de bastidores, o Ministério da Cidadania vai ser a pasta responsável pela distribuição desses objetos.

3/5 - (7 votes)
6 Comentários
  1. Ivone Aparecida Maffra Diz

    Tenho direito de receber o Auxílio Brasil

  2. Nilson ubirajara dache maciel Diz

    E pessoas com 59 anos desempregado?

  3. Sônia camila de Britto Diz

    Tenho direito ao auxilio Brasil

  4. Aparecida Diz

    Quero saber se tenho direito ai auxílio renda Brasil sou cadrastra no cadunico mas não consigo entrar

  5. Elenara Cristina Azevedo ferreira Diz

    Como vão ficar ad pessoas que recebiam o auxílio emergencial vai ser automático ou tem cadastrar de novo. Não recebo bolsa familia só o auxilio como vai ficar tenho que me cadastrar de novo tenho 3 filhos sou desempregada

  6. Karolina dos Santos Francisco Diz

    Que bom

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.