Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Auxílio Brasil: 56% da população considera o valor insuficiente, diz pesquisa

Uma pesquisa realizada pelo DataFolha entre os dias 27 e 28 de julho de 2022 constatou que 56% da população brasileira considera o valor do Auxílio Brasil insuficiente. Dos cidadãos entrevistados, 35% recebem ou moram com algum beneficiário do programa social

De acordo com a pesquisa, 36% da população considera o valor do benefício social satisfatório e 7% afirma ser mais do que o suficiente. Ao analisar as respostas dos indivíduos que recebem os recursos do Auxílio Brasil, 54% acreditam que o valor seja insuficiente, 38% afirmam ser satisfatório e 7% dizem ser mais do que o suficiente.

É importante lembrar que recentemente a PEC das Bondades/PEC Eleitoral, que possibilitou a ampliação do Auxílio Brasil foi aprovada, no entanto, o pagamento mínimo de R$ 600 só deve valer até dezembro de 2022. Nesse sentido, 61% dos entrevistados pelo Datafolha disseram acreditar que a aprovação da PEC tem como objetivo beneficiar a campanha eleitoral de Jair Bolsonaro, tendo em vista a proximidade com as eleições.

O levantamento realizado pelo Datafolha ouviu 2.256 pessoas em 183 cidades brasileiras, onde 63% foram mulheres. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais em um intervalo de confiança de 95%.  Vale mencionar que a pesquisa foi encomendada pela Folha de S.Paulo.

A PEC das Bondades amplia o Auxílio Brasil

A PEC das Bondades aprovada no mês de julho possibilitou a ampliação do Auxílio Brasil, sendo assim, milhares de famílias foram incluídas no programa. A PEC ainda aumentou o valor mínimo do benefício para R$ 600 mensais, além de ampliar também o valor do vale gás, pago em meses intercalados, para R$ 120.

Desse modo, o Datafolha questionou os entrevistados sobre  o motivo para o governo federal garantir a ampliação dos benefícios sociais até 31 de dezembro de 2022. Para 61% dos entrevistados o objetivo da PEC é conquistar novos votos em outubro, enquanto 31% acreditam ser um auxílio para quem está precisando. 

Saiba mais sobre outros auxílios aprovados pela PEC

A proposta de emenda à Constituição também criou um voucher de R$ 1 mil para caminhoneiros e o  Auxílio Taxista no mesmo valor. Nos últimos dias, o Ministério do Trabalho e Previdência Social prorrogou o prazo para que as prefeituras possam cadastrar os trabalhadores elegíveis ao benefício. 

Desta forma, os municípios têm até as 19h do dia 2 de agosto para realizar o cadastro dos taxistas. Vale informar que para receber o benefício, o cidadão cadastrado não pode receber pensão por morte ou invalidez e o CPF precisa estar regularizado. O pagamento do Auxílio Taxista deve ter a primeira parcela creditada no dia 16 de agosto e a segunda parcela no dia 30.

Cabe ressaltar que o benefício será pago pela Caixa Econômica Federal, assim como os demais benefícios sociais como o Auxílio Brasil. Desta forma, os recursos ficarão disponíveis no aplicativo Caixa TEM, onde é possível pagar contas, realizar transferências e fazer diversas movimentações. Vale lembrar que os valores não movimentados dentro de 90 dias retornam automaticamente para as contas da União. 

Avalie o Texto.
1 comentário
  1. Kleber Diz

    Se tratando de jornal esquerdista, sempre vai ser eleitoreiro os benefícios, coisa que o PT sempre fez mas aí é normal kkkkkk pesquisa data folha que piada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.