Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Animais mais ameaçados pelo aquecimento global

Não importa sua posição sobre o assunto: se o aquecimento global é agravado pela queima de combustíveis fósseis (a posição da vasta maioria dos cientistas do mundo) ou uma tendência ambiental inevitável que não é afetada pelo comportamento humano.

O fato é que nosso mundo é gradualmente, e inexoravelmente, esquentando. Não podemos nem começar a imaginar o efeito que o aumento das temperaturas globais terá na civilização humana.

Entretanto, podemos ver por nós mesmos, agora, como isso afeta a fauna mundial. Confira a seguir os animais mais ameaçados pelor esse fenômeno.

Pinguim imperador

Protagonista dos filmes Marcha dos Pingüins e Happy Feet, o pinguim-imperador é longe de ser tão alegre e despreocupado como nos longas.

O fato é que este pinguim que vive na Antártida se mostra extremamente suscetível à mudança climática. Suas populações podem se dizimar até mesmo por tendências de aquecimento leves.

Se o aquecimento global continuar no ritmo atual, os especialistas alertam que o pinguim-imperador pode perder nove décimos de sua população até o ano 2100 – e de lá seria apenas uma escorregadia escorregadia para a extinção total.

Raposa do Ártico

Fiel ao seu nome, a raposa do Ártico pode sobreviver a temperaturas tão baixas quanto 40 graus Celsius abaixo de zero. O que ela não consegue sobreviver é a competição das raposas vermelhas, que têm migrado gradualmente para o norte à medida que as temperaturas árticas aumentam devido ao aquecimento global.

Com a diminuição da cobertura de neve, a raposa do ártico não pode confiar em seu casaco de inverno de pele branca para camuflagem, então as raposas vermelhas acham cada vez mais fácil localizar e matar seus competidores.

Normalmente, a raposa vermelha se manteria sob controle pelo lobo cinza, mas este canídeo maior foi caçado até a extinção quase total pelos humanos, deixando as populações de raposas vermelhas surgindo sem controle.

Peixe palhaço

É aqui que o aquecimento global se torna real: será mesmo que o peixe-palhaço Nemo está à beira da extinção? Bem, o triste fato é que os recifes de coral são especialmente suscetíveis ao aumento da temperatura do oceano e à acidificação. Além disso, as anêmonas do mar que brotam desses recifes consistem em lares ideais para peixes-palhaço, protegendo-os de predadores.

À medida que os recifes de coral descoram e se decompõem, o número de anêmonas diminui, assim como as populações de peixes-palhaço laranja.

Para piorar a situação, o sucesso mundial do filme Procurando Nemo tornou o peixe-palhaço laranja um peixe de aquário desejável, diminuindo ainda mais seu número.


E então, gostou de conhecer mais sobre os animais ameaçados pelo aquecimento global? Trata-se de um assunto recorrente nas provas de vestibulares, assim como do Enem.

Não deixe de ler também – Diferenças entre mudanças climáticas e aquecimento global

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.