Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Abono salarial do PIS: Quem trabalhou nas décadas de 70 e 80 pode sacar o benefício

Os cidadãos que trabalharam em regime CLT nas décadas de 70 e 80 podem sacar as suas cotas estagnadas do projeto.

O PIS/Pasep é um benefício destinado aos trabalhadores que exerceram atividade remunerada com carteira assinada ao menos 30 dias no ano-base. Este ano não haverá pagamento do abono salarial, que foi adiado para 2022.

Entretanto, há algumas maneiras de resgatar os valores do PIS/Pasep. Os cidadãos que trabalharam em regime CLT nas décadas de 70 e 80 podem sacar as suas cotas estagnadas do projeto.

Essa ação é a Cota do Extinto Fundo PIS/Pasep, que possui mais de R$ 24,5 bilhões ainda retidos. Os trabalhadores que exerceram suas atividades nos períodos mencionados têm direito a este benefício. Caso já tenha falecido, os seus dependes podem ter acesso ao dinheiro.

Do montante citado, R$ 22,8 bilhões são cotas do fundo PIS/Pasep que foram extintos, sendo repassados para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Já os R$ 1,2 bilhão são recursos de anos anteriores que não foram sacados, e os R$ 448,4 milhões são destinados ao próximo pagamento do abono salarial.

Quem pode sacar o PIS/Pasep?

As cotas do PIS  só podem ser sacadas por trabalhadores que estiveram cadastrados como participantes do Fundo PIS/Pasep até o dia 4 de outubro de 1988, desde que ainda não tenham realizado o saque do benefício.

O pagamento do PIS/Pasep deste ano foi adiado pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat). Os repasses do abono ficou para o ano que vem, todavia, os trabalhadores poderão resgatar o benefício até cinco após a liberação.

Perdeu o prazo de saque do PIS/Pasep em 2021? Veja como resgatar o valor

Casso o trabalhador tenha perdido o prazo de saque do seu abono PIS/Pasep ano-base 2019, saiba que ainda é possível resgatar o seu benefício. Os valores do abono salarial estavam disponíveis para saque até o dia 30 de junho, porém, muitos trabalhadores deixaram de pegar a quantia.

Conforme a Resolução 838, do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), publicada em 24 de setembro de 2019, o cidadão tem direito de solicitar seu benefício em até 5 anos após a liberação.

No entanto, para isto é necessário aguardar um novo período de pagamentos do PIS/Pasep. Considerando que este ano o Governo Federal não vai liberar o abono referente a 2020, os trabalhadores que deixaram de sacar o benefício no prazo determinado, terão que aguardar os pagamentos de 2022 para solicitar o benefício anterior.

Como solicitar o PIS/Pasep retroativo?

Para ter acesso abono salarial de maneira retroativa, o trabalhador precisa verificar como ocorre o procedimento na instituição financeira em que recebe o benefício. Para quem é servidor público, beneficiário do Pasep, o Banco do Brasil recomenda que entre em contato com o “Alô Trabalhador”, no telefone 158.

Já para quem é trabalhador de iniciativa privada, contemplado do PIS, precisa entrar em contato com a Caixa Econômica Federal através do 0800-726-0207.

Veja também: Abono salarial PIS/Pasep esquecido de até R$1.100 para os trabalhadores

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
10 Comentários
  1. Oscar de Carvalho Filho Diz

    Tenho meu numero do PIS mas sempre da como inválido, tenho 62 anos numero do PIS: 12131397447 o que devo fazer???

  2. Sergio Eli Paula Sarmento Diz

    Adivogado falou que meu salário pode almentar 800 reais porque INSS não corrige meu salário

  3. Sergio Eli Paula Sarmento Diz

    Quem já pegou fundo nativo tem como receber trazado 70 a 80

  4. Sergio Eli Paula Sarmento Diz

    Eu trabalhei 70 a 80 tenho dinheiro

  5. Sergio Eli Paula Sarmento Diz

    Trabalhei 73 a 80

  6. Cláudia Diz

    Eu trabalheu nos anos 80 e 90 tenho direitos ?aonde pego se tiver

  7. Cláudia Diz

    Eu trabalheu nos anos 80 e 90 tenho direitos ?

  8. Carlos Henrique Diz

    Eu min aposentei trabalhei 1972 até 2017

  9. Carlos Henrique paulo Diz

    Boa noite infelizmente e complicado mesmo umas agências age com transparência outras não ,a caixa sempre tem um resíduo para pagar o trabalhador antigamente sempre chegava uma cartinha no endereço do trabalhador avisando tinha um valor na conta hoje isso não acontece mas,mas a caixa está sempre ajudando o trabalhador.

  10. Izabete Prates Cardoso Diz

    FGTS governo Collor, porque não consegui receber? Trabalhei de 1988 a 1994 na mesma empresa. Funcionários que trabalharam comigo na mesma época receberam. Já eu não consegui, embora na época a funcionária da Caixa Econômica tenha me dito que eu tinha direito

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.