Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

A crise econômica no Brasil: um histórico

Um histórico da crise

A crise econômica no Brasil: pioras no cenário desde 2014

Atualmente, o Brasil vive uma crise econômica que afeta diversos setores. Porém, a mesma é fruto de uma decadência que se iniciou no ano de 2014.

Para que você se informe e se prepare de forma adequada para responder questões de atualidades dos principais vestibulares e concursos do país e da prova do ENEM, vamos conferir, a seguir, um resumo sobre o histórico da atual crise econômica no Brasil.

A crise econômica no Brasil: a análise do PIB

O PIB, sigla para Produto Interno Bruto, é um indicador que possui como função analisar a situação econômica dos países que o adotam.

A grande crise econômica que atingiu o Brasil em 2014, agravou-se e derrubou o PIB do país em 3,5%. A queda no PIB continuou ocorrendo até chegar ao ano 2016, o qual ficou como o período da “grande recessão brasileira”.

Vale lembrar que a crise econômica se iniciou no ano de 2013, sendo agravada pelas consequências das manifestações que ocorreram em junho do mesmo ano. 

A crise econômica no Brasil: crise política

A crise política, iniciada em março de 2014, também contribuiu para o agravamento da crise econômica no país. O período foi marcado pelos desdobramentos da chamada “Operação Lava Jato”, que investigava os crimes de corrupção que ocorreram durante o governo de Dilma Rousseff.

Em 2014, ano de eleições presidenciais, Aécio Neves foi derrotado por Dilma Rousseff. A derrota ocorreu por uma estreita margem de votos, o que acabou por ocasionar em grande descontentamento por parte do eleitorado, que se organizou em novos protestos por todo o país.

A crise econômica no Brasil: commodities

O ciclo virtuoso de preços vantajosos para os produtores chegou ao fim nessa mesma época. As vendas para o mercado externo passaram a diminuir exponencialmente, ocasionando uma significativa queda nas exportações e consequentemente, a queda na entrada de capital estrangeiro no Brasil.

A crise econômica no Brasil: estratégia econômica 

No entanto, especialistas apontam que a crise teria sua verdadeira origem nas estratégias econômicas adotadas em anos anteriores e que não teriam surtido os efeitos desejados. Isso porque, o que convencionou-se chamar de nova matriz econômica, que teve o ano de 2011 como início, mostrou-se um verdadeiro fracasso.

Segundo o modelo, o Estado deveria intervir fortemente na economia, os gastos estatais deveriam passar a ter fundamental importância no que dizia respeito aos gastos e subsídios deveriam ser adotados em vários setores da economia. Esse tipo de política causou uma insustentabilidade fiscal, gerando a crise que se seguiu nos anos posteriores.

A crise pode ser sentida até os dias de hoje. 

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.