Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

WhatsApp: Sistema de pagamentos com mais segurança; veja

Embora já tenha alguns meses que o serviço foi lançado, apenas 7% dos correntistas do aplicativo se cadastraram na funcionalidade.

Usuários do WhatsApp já podem realizar transferências de dinheiro pela própria plataforma. Embora já tenha alguns meses que o serviço foi lançado, apenas 7% dos correntistas do aplicativo se cadastraram na funcionalidade.

Este número indica uma baixa adesão ao recurso semelhante ao PIX desenvolvido pelo Facebook/Meta. De acordo com o site especializado, XDA Developers, uma atualização na segurança será implementada em breve.

Veja também: Novos celulares ficarão sem o WhatsApp a partir deste mês; veja a lista

O portal encontrou algumas linhas de código que indicam uma espécie de requisição de documento de identificação pessoal para que a transação seja efetuada. Esses códigos foram identificados na versão mais recente do WhatsApp.

No entanto, a plataforma ainda não confirmou a informação, mas os indicativos das alterações podem significar uma nova implementação. Entretanto, o site informa que não é possível visualizar a funcionalidade em aplicativos que oferecem a opção de pagamentos, como aqui no Brasil e na Índia.

Os serviços do WhatsApp Pay foram lançados inicialmente na Índia, onde passaram por vários testes até serem liberados para o Brasil. Os usuários brasileiros conseguem transferir dinheiro através da Cielo.

Vale ressaltar que tanto pessoas físicas quanto jurídicas podem fazer uso do WhatsApp Pay. Porém, uma taxa de 3,99% por operação é cobrada para o público empreendedor, ou seja, que utiliza o WhatsApp Business.

Novo golpe do WhatsApp oferece saque em forma de auxílio

Um novo golpe está circulando no WhatsApp. Usuários estão relatando o recebimento de mensagens que prometem acesso a um saque auxílio do Fundo Previdenciário, no valor de R$ 450 a R$ 1.023 para quem tiver direito ao pagamento.

Vale ressaltar que o Governo Federal não está pagando nenhum tipo de saque auxílio do Fundo Previdenciário. A mensagem do golpe possui um link para que a pessoa possa consultar o seu direito ao benefício.

Todavia, o endereço não possui as terminologias oficiais do Governo Federal, sendo “.gov.br.”, ou ainda “.sp.gov.br” a nível estadual, dado o exemplo da sigla do estado de São Paulo. Nestes casos, não clique no link.

Funcionamento do golpe

Ao acessar o link, o usuário é redirecionado a uma página na internet. Para se passar pela Previdência Social, os criminosos utilizam a logomarca do órgão e a certificação de “site seguro”, fornecida pelo Google. Ainda é possível visualizar na página a existência de um suposto aplicativo oficial.

Com isso, o cidadão toma confiança quanto a ação e responde algumas perguntas indicadas pela falsa plataforma para verificar se o nome está na lista de beneficiários. Na ocasião, a vítima acaba passando alguns dados pessoais, permitindo os criminosos a aplicarem outros golpes, como empréstimos e emissão de cartão de crédito, por exemplo.

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.