WhatsApp: Saiba como deixar o aplicativo de mensagens mais seguro

Usuários devem ficar atentos aos recursos do app

O Brasil é o campeão mundial no número de fraudes envolvendo o aplicativo de mensagens WhatsApp. De acordo com a Kaspersky, empresa de antivírus, cerca de 76 mil golpes envolvendo a ferramenta foram identificados. Felizmente, os usuários podem se proteger de várias maneiras, através de diversos recursos e funções.

Todavia, o próprio aplicativo de mensagens oferece ferramentas que auxiliam os usuários a manter sua privacidade e segurança. Podemos citar a autenticação em duas etapas, e a recuperação de conta, por exemplo. A Meta, empresa dona do WhatsApp, Facebook e Instagram, lançou recentemente uma central de segurança.

Os usuários do aplicativo poderão buscar por dicas e estratégias para evitar não só golpes envolvendo o WhatsApp, mas também os spams no app. Ao que parece, a Meta tem se preocupado não apenas em oferecer aos seus usuários uma melhor experiência, mas também busca proteger suas informações e privacidade.

Atualmente, os aplicativos de mensagem tem se tornado cada vez mais utilizados no dia a dia das pessoas, seja na conversa com amigos e familiares, até mesmo em reuniões empresariais. Desse modo, é imprescindível que o WhatsApp procure oferecer uma maior segurança, confiabilidade e tranquilidade a seus usuários.

Recursos de segurança do WhatsApp

A autenticação de dois fatores é como se fosse uma verificação do usuário em duas etapas. É uma função adicional do Whatsapp, que busca a prevenção do extravio de contas. Ela pode ser utilizada em situações onde criminosos tentam invadir o aplicativo de mensagens através de um código de acesso enviado a eles.

Dessa maneira, o usuário do app pode criar uma senha adicional solicitada pelo WhatsApp. Vale ressaltar que ela será pedida depois que houver a confirmação do número de telefone. O aplicativo irá requisitar por diversas vezes que o usuário insira o código de acesso para entrar na plataforma através de sua conta.

Através da recuperação de conta, o usuário do WhatsApp poderá obter novamente o acesso ao seu perfil no aplicativo no caso de roubo. Ele receberá uma mensagem com o código de confirmação em seu aparelho celular por SMS. Dessa maneira, a ferramenta irá bloquear o criminoso automaticamente.

Em alguns casos, o usuário deverá informar um código de verificação de duas etapas. Caso não consiga, pode ser que o criminoso ao roubar a conta tenha ativado essa função. Será preciso esperar por sete dias para ter acesso à conta. Ele deve clicar em “Esqueceu o Pin?” e reconfigurar o código numérico pelo app.

Outros recursos de segurança

Os usuários que possuem um aparelho celular com o sistema operacional Android podem ativar a opção de bloqueio do aplicativo. Através dessa função o WhatsApp só será liberado para o usuário, através da biometria pelo próprio smartphone. Dessa forma, pode-se escolher o reconhecimento digital ou ainda o facial.

Em síntese, pode-se ativar esse recurso de segurança através das configurações do próprio celular. No caso de usuários da Apple, é possível bloquear o WhatsApp pelo Touch ID e Face ID presentes no dispositivo móvel. Pode-se escolher o tempo de solicitação da biometria, bloqueado-o em um período pré-determinado.

Um outro recurso que vale a pena falar é um que permite aos usuários do WhatsApp proteger suas fotos de desconhecidos. É uma boa opção para quem deseja uma maior privacidade no uso do aplicativo de mensagens. Em suma, pode-se escolher os contatos autorizados a ver a foto do perfil.

Essa opção protege os usuários de terem suas fotos roubadas por criminosos que podem se passar pela pessoa e solicitar, por exemplo, quantias de dinheiro a amigos e familiares. É possível selecionar quais pessoas terão acesso à imagem do dono da conta do WhatsApp, e evitar que contatos específicos vejam a foto.

Grupos do Whatsapp

Os usuários do WhatsApp também podem evitar as solicitações em grupos indesejados. Com o recurso, eles indicam os contatos que não poderão incluí-los nos grupos. É uma ótima ferramenta, quando uma pessoa insiste em adicionar um perfil. Muitas vezes o usuário recebe as solicitações mas não quer participar.

A central de segurança do WhatsApp oferece aos usuários do aplicativo de mensagens inúmeras dicas que podem ajudá-lo a não cair em golpes. Em conclusão, a Meta incentiva as pessoas a denunciarem e bloqueia as contas falsas que podem estar envolvidas em fraudes e que publicam conteúdos invasivos.

  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.