Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Você sofre com a redação?

Esse post é para você!

Escrever é prática. Quanto mais escrevemos, mais temos facilidade de fazê-lo. Não adianta esperar o dia da prova de redação para pensar nesse tema. Afinal, ela pode garantir sua vaga no concurso!

Portanto, leia essas dicas e saiba como se preparar para sua próxima redação!

Dicas para escrever redação:

Preparamos algumas dicas para dar aquele pontapé inicial na sua prática de escrita, visando sempre alavancar a qualidade de seu texto.

A mais importante de todas, e isso vai parecer muito básico, é: comece do começo! Antes de sair escrevendo, prepare um esboço, liste ideias, anote frases soltas.

Vamos às dicas:

  • Atenção especial e carinhosa aos títulos!! Eles são muito importantes para criar interesse: o leitor tem que ser atraído ao texto. Seu texto irá competir com todos os outros. Portanto, pense em um título atrativo e que gere curiosidade. O primeiro contato do leitor com o que você escreveu se dá através do título. Perca tempo criando algo diferente. Pense, repense, teste.
  • A utilização de sinônimos ou de termos menos usuais é sempre muito bem-vinda: uma ideia legal é, em provas online, sempre deixar o site www.sinonimos.com.br aberto enquanto escrevemos. Em uma prova presencial isso não será possível. Nestes casos, nossa dica é que você leia bastante, para conhecer um maior número de sinônimos para palavras mais usadas. Usar sinônimos te ajuda a evitar repetições desnecessárias! A repetição é um recurso literário importante, mas apenas quando é uma escolha que faça sentido ou quando ajuda o texto. Repetição por “preguiça” de encontrar um sinônimo ou outro termo, não vale!
  • Crie um estilo para a pontuação do seu texto: a pontuação pode mudar bastante a potência de um texto. Estamos muito acostumados a utilizar vírgulas, mas nos esquecemos de outros recursos muito importantes, como ponto e vírgula, dois pontos, travessão na frase. Aprenda a utilizar esses sinais, e valorize sua escrita!
  • Não encha linguiça: Sem firula, sem explicações desnecessárias! Cortar os excessos é um grande e difícil exercício de revisão de texto. Porém, é uma etapa fundamental na construção do seu texto. Antes de concluir a redação, corte, corte e corte os excessos!
  • Leia o texto em voz alta quando possível. Ou mentalmente, em provas presenciais: lendo em voz alta ou mentalmente, antes de concluir, pegamos detalhes e até pequenos erros que foram deixados para trás. Uma frase que precisa de ajuste, um ponto de exclamação fora do lugar.
  • Metáforas são bem vindas, mas não exagere: um texto com metáforas bem feitas traz ao leitor uma facilidade de contato com os sentimentos, humores e sensações que se quer passar. E ainda podem deixar a escrita mais leve e suave. Por outro lado o exagero fica cansativo e infantiliza seu texto. Cuidado com elas!
  • Detalhes específicos e estatística aproximam o leitor: nome de ruas, local com sinais detalhados, estatística, fatos específicos fazem o leitor mergulhar na história e dão um toque de realidade maior. E isto acontece até em textos de ficção. Ao descrever que alguém voava sentindo nas costas o vento das cinco da manhã, e que ao passar pela rua 34 enxergou a porta amarela casa do senhor Antônio, apesar de todos saberem que é impossível que alguém tenha voado de verdade, o leitor acredita naquela informação graças aos detalhes de horário, nome e rua. O mesmo acontece com redações de temas mais sérios. O detalhe cria uma verdade!
  • Seja curioso: leia muito, mas no sentido de sair do conforto. Se você sempre lê romances, leia crônicas. Se você sempre lê jornal, leia uma revista de fofoca. Sair do conforto nos mostra opções de construção textual que talvez façam mais sentido para uma prova, em algum momento da vida.  Fora isso, busque conhecer outros mundos, veja filmes, séries e até vídeos no Youtube. Procure ter um grande rol de referências para poder citá-las nas redações.

Lembre-se: empacar na escrita é normal e aceitável! Desistir não!

Quem não vive de escrita, normalmente não coloca essa prática como um item na rotina de estudos. E a escrita é algo que melhora MUITO com a prática!

Para escrever melhor, participe de grupos, fóruns, cursos que te “forcem” a escrever, ande com um caderninho para anotar suas ideias na rua, na academia, no banho. Muitas vezes com a mente livre, grandes insights aparecem. Mas precisam ser anotados, porque da mesma forma que chegam rápido, somem em um piscar de olhos. Não fique com vergonha de parar tudo o que estiver fazendo para anotar suas ideias. Afinal, para escrever bem, precisamos escrever bastante!

 

 

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.