VITÓRIA para quem tem carteira assinada acaba de sair HOJE (14/04)

VITÓRIA para quem tem carteira assinada acaba de sair na matéria de hoje. Neste mês de abril, milhares de trabalhadores brasileiros podem sacar até R$ 2.900 na Caixa Econômica Federal, mas ainda não sabem. A saber, nesta semana, o banco liberou uma nova parcela do saque-aniversário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

O benefício é liberado anualmente, no mês de aniversário do trabalhador que aderiu a modalidade de saque. Portanto, os cidadãos nascidos em abril já podem resgatar os valores do FGTS disponíveis em conta da Caixa.

Como receber o dinheiro?

Primeiramente, é importante salientar que, para receber o dinheiro da Caixa, é necessário ter saldo disponível na conta do FGTS. O valor é referente, como já mencionado, ao saque-aniversário do fundo de garantia. Portanto, para sacar os valores, também é preciso que o trabalhador tenha aderido a modalidade.

O valor a ser sacado varia de acordo com o saldo que existe na conta do FGTS. A saber, é possível resgatar de 5% a 50% da quantia reservada no Fundo de Garantia. Além disso, o trabalhador pode receber uma parcela adicional. A tabela funciona da seguinte forma:

Faixas de saldo em R$ Percentual de retirada Parcela adicional
Até R$ 500,00 50% _
De R$ 500,01 a R$ 1.000,00 40% R$ 50
De R$ 1.000,01 a R$ 5.000,00 30% R$ 150
R$ 5.000,01 a R$ 10.000,00 20% R$ 650
R$ 10.000,01 a R$ 15.000,00 15% R$ 1.150
R$ 15.000,01 a R$ 20.000,00 10% R$ 1.900
Acima de 20.000,01 5% R$ 2.900

Como funciona o saque-aniversário do FGTS?

saque-aniversário permite ao trabalhador sacar parte do saldo disponível em suas contas do FGTS todos os anos, no mês de seu aniversário. A modalidade foi lançada em abril de 2020 e cerca de 21 milhões de trabalhadores já aderiram o benefício.

De acordo com as regras da modalidade, quem opta pelo saque-aniversário do FGTS deve retirar o valor até três meses após o depósito. O prazo se inicia no primeiro dia útil do mês de nascimento do trabalhador e finaliza no último dia útil do segundo mês subsequente.

Porém, se o titular não resgatar a quantia após o prazo determinado, o valor retornará para as contas de onde saíram, ou seja, não serão perdidos. No entanto, só será possível sacar o dinheiro novamente no ano seguinte, quando o próximo saque-aniversário for liberado.

Quem pode aderir ao saque-aniversário do FGTS?

Para aderir a modalidade, é necessário cumprir os seguintes requisitos:

  • Ser maior de 18 anos;
  • Ter conta corrente ou poupança na Caixa Econômica Federal;
  • Estar com CPF regular na Receita Federal;
  • Estar adimplente com a Caixa ou usar o recurso do crédito para pagar a dívida.

Como aderir o benefício?

Para aderir a modalidade de saque do FGTS, siga o passo a passo abaixo:

  1. Acesse o aplicativo do FGTS;
  2. Informe o seu login e senha, caso já seja cadastrado;
  3. Clique na opção “Saque aniversário”;
  4. Em seguida, toque em “Modalidade saque-aniversário;
  5. Feito isto, clique em “Optar pelo saque-aniversário”;
  6. Um termo será gerado para que o usuário prossiga com a operação;
  7. Realizados os procedimentos, o sistema vai efetivar a troca de modalidade.

A primeira parcela do saque-aniversário cai no mesmo ano para quem fizer a adesão até o último dia útil do mês do seu aniversário. As trocas após o mês de aniversário garantem o recebimento da parcela a partir do ano seguinte.

Contudo, é importante frisar que caso se arrependa, o trabalhador pode retornar ao saque rescisão do FGTS. No entanto, neste caso, após a solicitação de retorno será necessário aguardar um prazo de 24 meses para que a troca seja efetivada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.